Porto Alegre, quinta-feira, 18 de fevereiro de 2021.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 18 de fevereiro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Estados Unidos

- Publicada em 23h00min, 18/02/2021.

Psaki diz que novas informações sobre contribuição dos EUA para Covax devem vir nesta sexta-feira

Sobre a questão nuclear iraniana, Psaki afirmou que o país persa 'está longe de um compliance'

Sobre a questão nuclear iraniana, Psaki afirmou que o país persa 'está longe de um compliance'


SAUL LOEB/AFP/JC
A porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki, afirmou nesta quinta-feira (18), que nas próximas 24 horas mais informações sobre a contribuição dos Estados Unidos na iniciativa Covax devem ser publicadas e que a cooperação internacional para a vacinação contra a Covid-19 será "prioridade" na participação do presidente Joe Biden na próxima reunião do G-7. No encontro dos líderes das sete economias mais desenvolvidas do mundo, o norte-americano "buscará cooperação democrática" e parcerias contra as mudanças climáticas, afirmou a porta-voz em coletiva de imprensa.
A porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki, afirmou nesta quinta-feira (18), que nas próximas 24 horas mais informações sobre a contribuição dos Estados Unidos na iniciativa Covax devem ser publicadas e que a cooperação internacional para a vacinação contra a Covid-19 será "prioridade" na participação do presidente Joe Biden na próxima reunião do G-7. No encontro dos líderes das sete economias mais desenvolvidas do mundo, o norte-americano "buscará cooperação democrática" e parcerias contra as mudanças climáticas, afirmou a porta-voz em coletiva de imprensa.
Sobre a questão nuclear iraniana, Psaki afirmou que o país persa "está longe de um compliance", e que o foco dos EUA no momento é trabalhar juntamente com aliados. A reunião do secretário de Estado do país, Anthony Bliken, nesta quinta-feira (18) com homólogos europeus foi descrita como um ponto importante sobre diretrizes no tema. "Nosso foco é impedir que o Irã consiga desenvolver armas nucleares", afirmou.
Tendo em vista a tramitação que começou nesta quinta no Congresso sobre uma nova lei de imigração, Psaki afirmou que "modernizar" o tema é "uma prioridade", e que o governo Biden espera trabalhar junto ao Legislativo por uma "estratégia mais inteligente de controle" sobre a entrada de pessoas nos EUA.
Comentários CORRIGIR TEXTO