Porto Alegre, domingo, 31 de janeiro de 2021.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
domingo, 31 de janeiro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Portugal

- Publicada em 21h12min, 31/01/2021.

Diante da piora da Covid-19 em Portugal, Áustria receberá pacientes que precisam de UTI

Envio de pacientes à Áustria é adotado em um momento de piora na pandemia em terras portuguesas

Envio de pacientes à Áustria é adotado em um momento de piora na pandemia em terras portuguesas


PATRICIA DE MELO MOREIRA/AFP/JC
O primeiro-ministro da Áustria, Sebastian Kurz, informou neste domingo (31), no Twitter que seu país receberá pacientes de Portugal que necessitam de unidades de terapia intensiva. A medida é adotada em momento de piora na pandemia da Covid-19 em terras portuguesas.
O primeiro-ministro da Áustria, Sebastian Kurz, informou neste domingo (31), no Twitter que seu país receberá pacientes de Portugal que necessitam de unidades de terapia intensiva. A medida é adotada em momento de piora na pandemia da Covid-19 em terras portuguesas.
Diante da explosão do número de mortes relacionadas ao coronavírus, na terceira onda violenta da pandemia em Portugal, as casas funerárias estão à beira do colapso e redobram a vigilância em matéria de segurança sanitária. Portugal é atualmente o país mais afetado no mundo pela Covid-19, em proporção a sua população de 10 milhões de habitantes.
O país lusitano tinha, neste domingo, um total de 711.018 casos confirmados desde o início da pandemia, e 12.179 mortes, das quais quase a metade ocorreu desde o início do ano. Desde o dia 14 de janeiro, Portugal enfrenta novas restrições de circulação.
Kurz disse que a "solidariedade europeia" faz seu país ajudar de forma "rápida e desburocratizada" os que precisam. Ele lembra que a Áustria já aceitou pacientes em quadro grave de França, Itália e Montenegro nesta pandemia. O anúncio foi feito após contato entre Kurz e o primeiro-ministro português, António Costa. Não foi divulgada a informação sobre quantos pacientes seriam transferidos.
Segundo o jornal Público, a Alemanha enviará, por meio de suas Forças Armadas, médicos e equipamentos para auxiliar Portugal a enfrentar a crise de saúde.
Comentários CORRIGIR TEXTO