Porto Alegre, segunda-feira, 25 de janeiro de 2021.
Aniversário da cidade de São Paulo. Aniversário dos Correios e Telégrafos.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 25 de janeiro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Uruguai

- Publicada em 13h00min, 25/01/2021. Atualizada em 17h28min, 25/01/2021.

Uruguai mantém fronteiras fechadas, mas permite entrada por motivos excepcionais

Estrangeiros podem ingressar no Uruguai por razões humanitárias, reagrupamento familiar etc

Estrangeiros podem ingressar no Uruguai por razões humanitárias, reagrupamento familiar etc


Miguel ROJO/AFP/JC
Fernanda Soprana
O Uruguai, destino frequente para a população gaúcha devido à proximidade geográfica, deve manter as fronteiras fechadas até o dia 31 de janeiro. Contudo, o governo uruguaio estabeleceu algumas situações excepcionais para quem necessita visitar o país vizinho.
O Uruguai, destino frequente para a população gaúcha devido à proximidade geográfica, deve manter as fronteiras fechadas até o dia 31 de janeiro. Contudo, o governo uruguaio estabeleceu algumas situações excepcionais para quem necessita visitar o país vizinho.
Aqueles que desejam ingressar no país vizinho por motivos turísticos ainda não têm a liberação. As fronteiras permanecerão fechadas para estrangeiros e uruguaios que moram no exterior.
Pessoas que precisam ingressar por razões humanitárias, como realizar um tratamento médico ou visitar um familiar internado, podem fazê-lo. É necessário um atestado médico ou algum documento que comprove a relação familiar com o paciente, assim como uma petição contendo os motivos para a visita.
Alguns casos de reagrupamento familiar também constam como situação excepcional. A justificativa vale para pais, cônjuges, companheiros, filhos menores solteiros ou idosos com deficiência. Neste caso, a pessoa que se encontra em território uruguaio deve conseguir autorização de entrada em conjunto com alguma das pessoas mencionadas.
Para isso, é preciso o testemunho dos itens que comprovem o vínculo familiar devidamente apostilado ou legalizado. No caso de união estável, deve ser comprovada por decisão judicial que a reconheça, ou por certidão notarial que ateste a relação por um período mínimo de 5 anos.
O governo do Uruguai também confere exceção por motivos judiciais, econômicos de renda, comerciais, de trabalho e por diplomacia. Maior detalhamento sobre essas circunstâncias pode ser conferido no site oficial do país, em espanhol.
Após identificar o motivo excepcional de ingresso, o estrangeiro deve realizar o cadastro na plataforma gub.uy e recolher a documentação que comprove o motivo da admissão. Após a autorização, será enviado um e-mail com um link para comprovar o estado de saúde. O resultado do teste RT-PCR deve ser anexado.
Comentários CORRIGIR TEXTO