Porto Alegre, domingo, 08 de novembro de 2020.
Dia Mundial do Urbanismo.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
domingo, 08 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

estados unidos

- Publicada em 23h09min, 07/11/2020. Atualizada em 00h45min, 08/11/2020.

Em seu 1º discurso após vitória, Biden afirma que governará para todos os americanos

'Não vejo estados vermelhos ou azuis. Vejo apenas os Estados Unidos da América', disse ele

'Não vejo estados vermelhos ou azuis. Vejo apenas os Estados Unidos da América', disse ele


Drew Angerer/Getty Images/AFP/JC
O presidente-eleito dos EUA, Joe Biden, afirmou na noite deste sábado (7) que governará para todos os americanos em seu primeiro discurso após ser anunciado como vencedor das eleições de terça-feira (3).
O presidente-eleito dos EUA, Joe Biden, afirmou na noite deste sábado (7) que governará para todos os americanos em seu primeiro discurso após ser anunciado como vencedor das eleições de terça-feira (3).
"Não vejo estados vermelhos (republicanos). Ou azuis (democoratas). Vejo apenas os Estados Unidos da América", disse ele em um evento no formato drive-in na cidade de Wilmington, em Delaware. "Sou orgulhasamente democrata, mas governarei como um americano".
"Para todos aqueles de vocês que votaram no presidente Trump, entendo sua decepção esta noite. Já perdi algumas vezes, mas agora vamos dar uma chance um ao outro", disse Biden no tom unificador que marcou sua campanha.
"É hora de colocar de lado a retórica dura, baixar a temperatura, nos vermos novamente, nos ouvirmos novamente e, para progredir, temos que parar de tratar nossos oponentes como nossos inimigos. Eles não são nossos inimigos. Eles são americanos", acrescentou.
O ex-vice-presidente também disse que nomeará já na segunda-feira (9) um grupo de especialistas de saúde para trabalhar no "plano Biden-Harris" de combate à pandemia da Covid-19, um dos temas que definiu a disputa eleitoral.
Folhapress
Comentários CORRIGIR TEXTO