Porto Alegre, terça-feira, 27 de outubro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 27 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Coronavírus

- Publicada em 16h00min, 21/10/2020. Atualizada em 16h34min, 27/10/2020.

Argentina é o 5º país no mundo a superar 1 milhão de casos de Covid-19

Índice de mortalidade na Argentina é de 579 pessoas por milhão

Índice de mortalidade na Argentina é de 579 pessoas por milhão


JUAN MABROMATA/AFP/JC
A Argentina ultrapassou a barreira de um milhão de casos do novo coronavírus na segunda-feira (19), o que torna do país o quinto do mundo a superar a marca, de acordo com a Universidade Johns Hopkins - na frente estão Estados Unidos, Índia, Brasil e Rússia.
A Argentina ultrapassou a barreira de um milhão de casos do novo coronavírus na segunda-feira (19), o que torna do país o quinto do mundo a superar a marca, de acordo com a Universidade Johns Hopkins - na frente estão Estados Unidos, Índia, Brasil e Rússia.
O país tem agora 1.018.999 pessoas infectadas e 27.100 mortos, apesar dos esforços do governo, que impôs uma longa quarentena para tentar conter o avanço do vírus logo no começo da pandemia. Nas últimas semanas, com a reabertura da economia, houve um forte aumento no número de casos em cidades do interior do país.
A preocupação das autoridades é com o atendimento, pois a ocupação dos leitos de UTI por pacientes infectados pelo novo coronavírus ultrapassa os 65%, com províncias mais afastadas já temendo um colapso.
O índice de mortalidade na Argentina por coronavírus é de 579 pessoas por milhão de habitantes, o que coloca o país com o 15º pior índice de óbitos em todo o mundo. "Não sei explicar, mas a pandemia tem uma duração inesperada em toda a América", disse o ministro da Saúde, Ginés González García. O País foi o primeiro na América Latina a registrar uma morte, em 7 de março.
Comentários CORRIGIR TEXTO