Porto Alegre, sábado, 03 de outubro de 2020.
Dia do Petróleo Brasileiro. Dia Mundial do Dentista.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 03 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Coronavírus

- Publicada em 16h56min, 03/10/2020.

EUA registram 50 mil casos de Covid-19 em 24h; Reino Unido aumenta restrições

Número de casos da Covid-19 em todo o mundo chega a 34.706.736

Número de casos da Covid-19 em todo o mundo chega a 34.706.736


Sajjad HUSSAIN/AFP/JC
Os Estados Unidos registraram 50.160 novos casos da covid-19 nas últimas 24 horas, de acordo com números do Centro de Controle e Prevenção a Doenças (CDC), publicados na tarde deste sábado (3). O número de mortes registradas no mesmo intervalo foi de 816. Com as atualizações, o total de casos confirmados da doença no país chegou a 7.310.625, o maior em todo o mundo. O número de mortes passou a 208.118.
Os Estados Unidos registraram 50.160 novos casos da covid-19 nas últimas 24 horas, de acordo com números do Centro de Controle e Prevenção a Doenças (CDC), publicados na tarde deste sábado (3). O número de mortes registradas no mesmo intervalo foi de 816. Com as atualizações, o total de casos confirmados da doença no país chegou a 7.310.625, o maior em todo o mundo. O número de mortes passou a 208.118.
Foram 301.539 casos confirmados no país nos últimos sete dias. Em proporções, os Estados Unidos têm 2.209 casos a cada 100 mil pessoas, e 63 mortes a cada 100 mil. Os novos números foram divulgados em meio à internação do presidente americano, Donald Trump, após ele ter sido diagnosticado com a doença. Informações conflitantes vindas dos médicos da Casa Branca e de fontes próximas a Trump levantaram dúvidas sobre seu real estado.
Na Europa, enquanto novas restrições à circulação entraram em vigor em Madri, na Espanha, o governo britânico impôs medidas semelhantes nas regiões Nordeste e Noroeste do país, o que inclui a cidade de Liverpool, a décima maior da Inglaterra. A partir da meia-noite deste sábado, residentes de Liverpool e arredores e de outras quatro cidades não podem encontrar pessoas de fora de suas casas ou das regiões em que vivem, proibição que se estende a reuniões privadas.
De acordo com o governo do Reino Unido, as medidas são tomadas no momento em que as taxas de incidência da covid-19 ficam acima de 170 por 100 mil pessoas em algumas dessas regiões. Após uma queda entre junho e agosto, os números de casos confirmados da doença na Grã-Bretanha voltaram a subir. Ontem, foram confirmados 6.968 casos, de acordo com os dados mais recentes do Departamento de Saúde do país.
Em todo o mundo, de acordo com a Universidade Johns Hopkins, o número de casos da covid-19 chega a 34.706.736, com Estados Unidos, Índia e Brasil como os países com os maiores números. Globalmente, são 1.029.969 óbitos causados pela doença, sendo que EUA e Brasil lideram as estatísticas.
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO