Porto Alegre, sexta-feira, 28 de agosto de 2020.
Dia Nacional do Bancário.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 28 de agosto de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Alemanha

- Publicada em 16h30min, 28/08/2020. Atualizada em 16h38min, 28/08/2020.

Situação da pandemia de coronavírus na Alemanha deve piorar com chegada do outono, alerta Merkel

Para Merkel, retorno ao "normal" depende da aprovação de uma vacina ou medicamento

Para Merkel, retorno ao "normal" depende da aprovação de uma vacina ou medicamento


Michael Kappeler/POOL/AFP/JC
Com a aproximação do início do outono na Europa, a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, alertou a população sobre a possibilidade da epidemia local de Covid-19 no país piorar. Segundo veículos de imprensa locais, ela ainda deu a entender que a aprovação de uma vacina ou medicamento contra a doença é vital para que a situação retorne ao “normal”.
Com a aproximação do início do outono na Europa, a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, alertou a população sobre a possibilidade da epidemia local de Covid-19 no país piorar. Segundo veículos de imprensa locais, ela ainda deu a entender que a aprovação de uma vacina ou medicamento contra a doença é vital para que a situação retorne ao “normal”.
Nesta sexta-feira (28), a Alemanha confirmou mais 1.571 infectados pelo novo coronavírus, segundo o Instituto Robert Koch, que mapeia os casos e óbitos provocados pelo vírus entre cidadãos alemães. O órgão contabiliza 239.507 casos totais e 9.288 mortes no país.
A Espanha diagnosticou 3.829 novas infecções nas últimas 24 horas, segundo dados do Ministério da Saúde do país. Incluindo também os casos reportados em dias anteriores, quase 10 mil novas contaminações foram registradas pela pasta nesta sexta-feira. Ao todo, o governo espanhol soma 439.286 infectados – segunda maior taxa da Europa -, atrás apenas da Rússia, que se aproxima de 1 milhão de infectados.
Para combater a doença, o governo espanhol anunciou que passará a utilizar um aplicativo de rastreamento chamado Radar Covid. O software utiliza o bluetooth de celulares para registrar eventuais contatos com pessoas que receberam diagnóstico de Covid-19
Na Grécia, para evitar que casos importados do novo coronavírus cheguem ao território, o governo proibiu viagens de ida e volta a Barcelona, uma das regiões espanholas mais afetadas pelo vírus, segundo informa o jornal inglês The Guardian.
Além disso, cidadãos com origem em países como Bélgica, Bulgária, Romênia, Malta, Suécia, Albânia, Macedônia do Norte, Emirados Árabes Unidos e demais regiões da Espanha serão obrigados a apresentar um documento que confirme que testaram negativo para Covid-19 antes de entrar em território grego.
Comentários CORRIGIR TEXTO