Porto Alegre, sexta-feira, 15 de maio de 2020.
Dia do Assistente Social.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 15 de maio de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Saúde

15/05/2020 - 13h40min. Alterada em 15/05 às 13h40min

'É preciso haver coesão' diz diretor da OMS questionado sobre saída de Teich

Diretor-executivo Michael J. Ryan evitou comentários específicos sobre o Brasil em coletiva

Diretor-executivo Michael J. Ryan evitou comentários específicos sobre o Brasil em coletiva


FABRICE COFFRINI/AFP/JC
Questionado sobre a renúncia do ministro da Saúde, Nelson Teich, o diretor-executivo da Organização Mundial da Saúde, Mike Ryan, se limitou a dizer que está ciente da alta no número de novos casos no Brasil e evitou fazer comentários específicos sobre a situação política no País.
Questionado sobre a renúncia do ministro da Saúde, Nelson Teich, o diretor-executivo da Organização Mundial da Saúde, Mike Ryan, se limitou a dizer que está ciente da alta no número de novos casos no Brasil e evitou fazer comentários específicos sobre a situação política no País.
"É crucial que haja coerência e coesão na abordagem da sociedade e da governo, especialmente em grandes federações, onde as comunidades precisam ouvir uma mensagem consistente das lideranças em todos os níveis", afirmou, durante coletiva de imprensa, em Genebra, na Suíça.
Na coletiva, o diretor-geral da entidade, Tedros Adhanom Ghebreyesus, destacou que pesquisadores no mundo inteiro estão trabalhando com rapidez para entender o vírus e potencialmente desenvolver vacinas, medicamentos e outras tecnologias. "Essas ferramentas são esperanças adicionais na esperança de superar a covid-19, mas não irão acabar com a pandemia se não pudermos garantir acesso igualitário a elas", afirmou.
Tedros Ghebreyesus revelou ainda que a OMS vai lançar uma plataforma aberta e colaborativa de compartilhamento de conhecimento, dados e propriedade intelectual relacionados ao coronavírus. "A solidariedade global vai acelerar a ciência e expandir o acesso para que possamos superar a doença", disse.
Comentários