Porto Alegre, quarta-feira, 13 de maio de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 13 de maio de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Estados Unidos

13/05/2020 - 20h33min. Alterada em 13/05 às 20h33min

EUA tem 1,9 mil mortes por coronavírus em 24 horas

Apenas na cidade de Nova York, 20,2 mil pessoas morreram de Covid-19

Apenas na cidade de Nova York, 20,2 mil pessoas morreram de Covid-19


SPENCER PLATT/GETTY IMAGES/AFP/JC
Após dois dias de queda, os Estados Unidos registraram 1.894 mil mortes por coronavírus em 24 horas - entre terça (12) e quarta-feira (13) -, segundo contagem independente da Universidade Johns Hopkins. De acordo com a instituição, o país somava, nesta quarta-feira, 84 mil vítimas da Covid-19, com 1,38 milhão de infectados.
Após dois dias de queda, os Estados Unidos registraram 1.894 mil mortes por coronavírus em 24 horas - entre terça (12) e quarta-feira (13) -, segundo contagem independente da Universidade Johns Hopkins. De acordo com a instituição, o país somava, nesta quarta-feira, 84 mil vítimas da Covid-19, com 1,38 milhão de infectados.
Os casos ativos, de acordo com o levantamento da universidade, ainda estão em mais de 1 milhão, e 230,2 mil pessoas se curaram. A nova disparada nos números ocorre depois de o país registrar, na segunda-feira (11) e no domingo (10), menos de mil mortes em 24 horas pela primeira vez desde o início de abril. O estado de Nova York continua sendo o epicentro da pandemia nos EUA, com 338,5 mil registros de infecções e 27,5 mil óbitos. Apenas na cidade de Nova York, 20,2 mil pessoas morreram de Covid-19.
Comentários