Porto Alegre, segunda-feira, 20 de julho de 2020.
Dia do Amigo.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 20 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Coreia do Norte

- Publicada em 16h54min, 21/04/2020. Alterada em 16h54min, 21/04/2020.

Coreia do Sul minimiza relatos sobre saúde de Kim Jong-Un

Líder norte-coreano estaria em estado grave após cirurgia cardiovascular

Líder norte-coreano estaria em estado grave após cirurgia cardiovascular


KOREA SUMMIT PRESS/AFP/JC
Reportagens da imprensa internacional publicadas ao longo da segunda-feira (20) afirmam que o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-Un, estaria com a saúde frágil, após uma cirurgia cardiovascular. Autoridades do governo da Coreia do Sul, porém, afirmaram nesta terça-feira (21) que não viram atividade fora do normal no país vizinho, enquanto uma fonte do governo norte-americano confirmou que existe o rumor. Os questionamentos começaram a surgir após a ausência de Kim em um evento importante de aniversário do Estado.
Reportagens da imprensa internacional publicadas ao longo da segunda-feira (20) afirmam que o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-Un, estaria com a saúde frágil, após uma cirurgia cardiovascular. Autoridades do governo da Coreia do Sul, porém, afirmaram nesta terça-feira (21) que não viram atividade fora do normal no país vizinho, enquanto uma fonte do governo norte-americano confirmou que existe o rumor. Os questionamentos começaram a surgir após a ausência de Kim em um evento importante de aniversário do Estado.
Em 15 de abril, Pyongyang comemorou o aniversário de nascimento do fundador do regime, Kim Il Sung, avô de Kim. Apesar de ser uma das datas mais importante no calendário político anual, Kim não apareceu em nenhuma das fotografias divulgadas pela imprensa oficial. Mas ele comandou uma reunião em 11 de abril sobre a pandemia de coronavírus, segundo a estatal Korean Central News Agency (KCNA).
O Ministério da Unificação da Coreia do Sul afirmou que seria "inapropriado" especular sobre os motivos da ausência de Kim. "Não temos nada a confirmar com relação às recentes reportagens sobre os problemas de saúde de Kim Jong-Un e nenhum movimento atípico dentro da Coreia do Norte foi detectado", disse Kang Min-seok, porta-voz de Moon Jae-in. As especulações geralmente aparecem quando o líder deixa de comparecer a algum evento importante
O governo da Coreia do Norte nunca deixou claro quem está na linha de sucessão. Sem informações sobre os filhos de Kim, analistas avaliam que sua irmã e aliados poderiam compor um governo antes que o sucessor tenha idade suficiente para assumir.
Acredita-se que Kim tenha três filhos, o mais novo nascido em 2017, de acordo com o Serviço Nacional de Inteligência da Coreia do Sul. O mais velho tem dez anos de idade, o que significa que qualquer um dos três precisaria da ajuda para se tornar um líder hereditário de quarta geração.
Comentários CORRIGIR TEXTO