Porto Alegre, terça-feira, 24 de março de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre, terça-feira, 24 de março de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Argentina

Notícia da edição impressa de 24/03/2020. Alterada em 23/03 às 21h01min

Coronavírus: Ministro pede que países lutem contra 'colapso social'

Guzmán falou com outros líderes do G-20 sobre políticas para garantir a liquidez global

Guzmán falou com outros líderes do G-20 sobre políticas para garantir a liquidez global


ARGENTINA'S ECONOMY MINISTRY/AFP/JC
O ministro da Economia da Argentina disse, nesta segunda-feira (23), que todos os países devem agir decisivamente para "evitar um colapso social", à medida que a pandemia de coronavírus se espalha globalmente e fecha as economias com o isolamento de seus cidadãos.
O ministro da Economia da Argentina disse, nesta segunda-feira (23), que todos os países devem agir decisivamente para "evitar um colapso social", à medida que a pandemia de coronavírus se espalha globalmente e fecha as economias com o isolamento de seus cidadãos.
Martín Guzmán, que falou por telefone com outros líderes do G-20 sobre a doença, disse que os países devem usar o "conjunto inteiro de ferramentas" de políticas econômicas para garantir a liquidez global, incluindo a extensão de swaps bilaterais (um mecanismo para gerenciar reajustes de produtos no mercado amplo, geralmente aplicado por bancos centrais) com economias avançadas.
O ministro também pediu medidas domésticas, que vão desde transferências em dinheiro e subsídios para os setores afetados à extensão do seguro-desemprego.