Porto Alegre, sexta-feira, 20 de março de 2020.
Início do Outono.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Saúde

Notícia da edição impressa de 20/03/2020. Alterada em 19/03 às 20h49min

Rússia fecha fronteiras e suspende visitações turísticas

Visitas ao Kremlin e pontos turísticos foram vedadas

Visitas ao Kremlin e pontos turísticos foram vedadas


MLADEN ANTONOV/AFP/JC
Após registrar 147 casos de coronavírus no país, a Rússia adotou medidas para conter o avanço da pandemia. Nesta quinta-feira, o Kremlin comunicou o fechamento das fronteiras do país para estrangeiros e o fechamento de pontos turísticos, como a tumba do líder bolchevique Lenin. Medidas de contenção também foram adotadas para blindar o presidente Vladimir Putin.
Após registrar 147 casos de coronavírus no país, a Rússia adotou medidas para conter o avanço da pandemia. Nesta quinta-feira, o Kremlin comunicou o fechamento das fronteiras do país para estrangeiros e o fechamento de pontos turísticos, como a tumba do líder bolchevique Lenin. Medidas de contenção também foram adotadas para blindar o presidente Vladimir Putin.
O Kremlin anunciou que todas as medidas necessárias estão sendo tomadas para proteger Putin. "Tudo o que é necessário para defender o presidente do vírus e outras doenças está sendo feito 24 horas por dia", disse o porta-voz da presidência russa, Dmitry Peskov, em entrevista por teleconferência.
Peskov acrescentou que a agenda de trabalho de Putin é a melhor prova de seu estado de saúde. Na quarta-feira, o presidente visitou a Crimeia, antigo território ucraniano anexado pela Rússia em 2014. Jornalistas que viajaram com Putin tiveram que ser testados antes de embarcar, para provar que não carregavam o vírus.
O esforço para impedir que a Covid-19 se espalhe não se restringe ao presidente. Inúmeros museus, incluindo o Museu Pushkin de Moscou e a Galeria Tretyakov, e teatros, incluindo o Bolshoi, fecharam suas portas ao público nesta semana como precaução contra o coronavírus.