Porto Alegre, segunda-feira, 09 de março de 2020.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Saúde

Notícia da edição impressa de 09/03/2020. Alterada em 09/03 às 03h00min

Argentina tem primeira morte por coronavírus na América Latina

Nos Estados Unidos, o número de mortos aumentou para, pelo menos, 19

Nos Estados Unidos, o número de mortos aumentou para, pelo menos, 19


ARTE/FOTO GOVERNO CHINÊS/DIVULGAÇÃO/JC
A Argentina registrou a primeira morte por coronavírus na América Latina, informaram as autoridades de saúde do país na noite de sábado. Segundo comunicado divulgado pelo Ministério da Saúde argentino, o paciente tinha 64 anos, morava em Buenos Aires e já tinha outras doenças antes de ser infectado pelo vírus, como diabetes, hipertensão, bronquite e insuficiência renal. O homem apresentou os primeiros sintomas em 28 de fevereiro, após ter retornado de uma viagem à Europa.
A Argentina registrou a primeira morte por coronavírus na América Latina, informaram as autoridades de saúde do país na noite de sábado. Segundo comunicado divulgado pelo Ministério da Saúde argentino, o paciente tinha 64 anos, morava em Buenos Aires e já tinha outras doenças antes de ser infectado pelo vírus, como diabetes, hipertensão, bronquite e insuficiência renal. O homem apresentou os primeiros sintomas em 28 de fevereiro, após ter retornado de uma viagem à Europa.
Nos Estados Unidos, o número de mortos aumentou para, pelo menos, 19 no sábado, após a Flórida ter relatado as duas primeiras mortes na costa Leste e o Estado de Washington ter registrado novas mortes e um aumento de mais de 100 casos confirmados. Em Nova York, o governador decretou estado de emergência.
O governo do Irã, por sua vez, informou que o coronavírus matou mais 49 pessoas no país entre sábado e domingo. Com isso, o total de vítimas da doença em solo iraniano chegou a 194, com 6.566 casos confirmados. Há mais de 6,9 mil casos confirmados do novo vírus no Oriente Médio.