Porto Alegre, quinta-feira, 05 de março de 2020.
Dia da Música Clássica. Carnaval.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Saúde

Notícia da edição impressa de 05/03/2020. Alterada em 04/03 às 17h29min

Coronavírus já atinge 70 países e deixa mais de três mil mortos

Itália tem o maior número de casos no continente europeu, 3.089, e 107 mortes

Itália tem o maior número de casos no continente europeu, 3.089, e 107 mortes


ANDREAS SOLARO/AFP/JC
Os números atualizados na manhã desta quarta-feira (4) sobre o coronavírus (Covid-19) indicam 94.204 casos de infecção no mundo. Desses, 51.187 casos são de doentes que já se recuperaram. A doença já provocou 3.219 mortos em 70 países e territórios, a maioria na China.
Os números atualizados na manhã desta quarta-feira (4) sobre o coronavírus (Covid-19) indicam 94.204 casos de infecção no mundo. Desses, 51.187 casos são de doentes que já se recuperaram. A doença já provocou 3.219 mortos em 70 países e territórios, a maioria na China.
> Acesse tudo sobre o coronavírus, o que é, contágio, prevenção e situação pelo mundo e no Brasil
A Coreia do Sul registrou 500 novos casos somente nas 24 horas entre terça e quarta-feira. A Espanha superou a barreira dos 150 infectados. A Itália, que tem o maior número de casos no continente europeu, contabiliza 107 mortes, 3.089 casos e 276 pessoas curadas pela doença.
Nesta quarta-feira (4), o governo italiano anunciou que vai fechar todas as suas escolas e universidades a partir desta quinta-feira. A medida é uma estratégia de contenção do coronavírus e se estenderá até meados de março. 
O primeiro caso confirmado de contaminação pelo Covid-19 no Chile é de um médico pediatra de 33 anos, residente na cidade de San Javier, ao Sul da capital, Santiago. Ele viajou por cinco países da Ásia e da Europa (Cingapura, Indonésia, Malásia, Ilhas Maldivas e Espanha) em fevereiro, em uma viagem de lua de mel com a mulher, que também está isolada, em observação. O casal retornou ao Chile no último dia 25.