Porto Alegre, sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Vaticano

Alterada em 28/02 às 13h03min

Ainda indisposto, papa Francisco adia compromissos pelo 2º dia seguido

Na quarta-feira, o papa Francisco já havia dado sinais de que estava resfriado

Na quarta-feira, o papa Francisco já havia dado sinais de que estava resfriado


ALBERTO PIZZOLI/AFP/JC
O papa Francisco cancelou todos os compromissos marcados para esta sexta-feira (28), informou o Vaticano. Na quinta (27), quando ele já havia cancelado um compromisso, foi anunciado que o pontífice estava com uma pequena indisposição.
O papa Francisco cancelou todos os compromissos marcados para esta sexta-feira (28), informou o Vaticano. Na quinta (27), quando ele já havia cancelado um compromisso, foi anunciado que o pontífice estava com uma pequena indisposição.
O motivo do adiamento dos compromissos pelo segundo dia consecutivo não foi divulgado pelo Vaticano. O porta-voz Matteo Bruni se limitou a dizer que Francisco está "ligeiramente indisposto" e trabalhará de sua residência.
Bruni ainda informou que o pontífice celebrou a missa da manhã na capela de sua residência em Santa Marta, no Vaticano. Além disso, Francisco recebeu pessoas, entre as quais estava o residente do Parlamento Europeu, David Sassoli.
Na quarta-feira (26), o papa havia mostrado sinais de que estava resfriado - sua voz estava rouca e ele tossiu durante um serviço religioso.
A preocupação com a saúde do pontífice decorre da recente explosão de casos de infecção pelo novo coronavírus na Itália. Até esta sexta-feira, mais de 650 pessoas já foram infectadas no país, que é o mais afetado na Europa pela epidemia.
Também gera apreensão o fato de Francisco não possuir parte de um pulmão, devido a uma cirurgia que fez em Buenos Aires, na Argentina, quando tinha 20 anos após ter contraído tuberculose, de acordo com o biógrafo Austen Ivereigh.