Porto Alegre, terça-feira, 18 de fevereiro de 2020.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Saúde

13/02/2020 - 14h15min. Alterada em 13/02 às 15h33min

China tem 59.882 casos confirmados de coronavírus, diz OMS

OMS atribuiu o aumento à mudança no método de diagnóstico da doença

OMS atribuiu o aumento à mudança no método de diagnóstico da doença


GREG BAKER/AFP/JC
A Organização Mundial da Saúde (OMS) informou que, nas últimas 24 horas, foram confirmados em laboratório 1.820 novos casos de coronavírus na China, levando o total para 46.550. Em adição, a entidade informou que mais 13.332 casos foram confirmados clinicamente na província de Hubei. Com isso, o número de pessoas infectadas pelo vírus no país asiático chegou a 59.882.
A Organização Mundial da Saúde (OMS) informou que, nas últimas 24 horas, foram confirmados em laboratório 1.820 novos casos de coronavírus na China, levando o total para 46.550. Em adição, a entidade informou que mais 13.332 casos foram confirmados clinicamente na província de Hubei. Com isso, o número de pessoas infectadas pelo vírus no país asiático chegou a 59.882.
O volume de casos confirmados em laboratório tende a ser menor que o de confirmados clinicamente, porque exigem maior uso de recursos de exames médicos.
Em entrevista coletiva em Genebra, em Suíça, representantes da Organização atribuíram o aumento à mudança no método de diagnóstico da doença. "Em Hubei, médicos treinados podem agora classificar casos suspeitos como clinicamente confirmados baseados em exames de imagem, não por confirmação laboratorial", disse o diretor-executivo da OMS, Michael Ryan.
> Acesse tudo sobre o coronavírus, o que é, contágio, prevenção e situação pelo mundo e no Brasil
No restante do mundo, segundo a OMS, 447 pacientes foram diagnosticadas com coronavírus em 24 países, com duas mortes - uma nas Filipinas e outra no Japão.
"Vimos aumento significativo de casos reportados na China, mas isso não traz mudança significativa na trajetória do surto", afirmou Ryan. De acordo com o médico britânico, as mortes decorrentes da doença acontecem, predominantemente, na faixa de idade acima de 65 anos. Ele explicou que há diversos remédios sendo testados, incluindo alguns usados contra o HIV.
Em relação ao navio em quarentena na costa do Japão, a OMS afirmou que 218 passageiros foram diagnosticados com o vírus.