Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 04 de fevereiro de 2020.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Saúde

04/02/2020 - 10h52min. Alterada em 04/02 às 11h27min

Coronavírus: segundo caso de morte fora da China continental é registrado em Hong Kong

Moradores de Hong Kong protestam contra transformação de área em local de quarentena do coronavírus

Moradores de Hong Kong protestam contra transformação de área em local de quarentena do coronavírus


PHILIP FONG/AFP/JC
A segunda morte de infectado por coronavírus fora da China continental foi registrada em Hong Kong nesta terça-feira (4). A vítima é um homem de 39 anos que estava internado, após ter visitado o epicentro do surto viral, a cidade de Wuhan, na região central da China. Antes disso, apenas um óbito havia sido registrado nas Filipinas.
A segunda morte de infectado por coronavírus fora da China continental foi registrada em Hong Kong nesta terça-feira (4). A vítima é um homem de 39 anos que estava internado, após ter visitado o epicentro do surto viral, a cidade de Wuhan, na região central da China. Antes disso, apenas um óbito havia sido registrado nas Filipinas.
> Acesse tudo sobre o coronavírus, com origem, contaminação, cronologia, prevenção e casos pelo mundo e no Brasil 
Em Hong Kong, que tem 17 doentes, houve protesto de moradores contra a transformação de um local tradicional da cultura local em um centro de quarentena. O local fica no distrito de Mei Food, no Jao Tsung-I Academy. 
Além do homem que morreu, outras 12 pessoas estão infectadas na ilha de Hong Kong, região autônoma da China que tem tido movimentos pró-independência política.
O número total de mortos chegou a 427 no fim da manhã desta terça (horário de Brasília), segundo monitoramento do site da universidade Johns Hopkins. Deste total, 426 foram na China. Já o número de pessoas recuperadas alcançou 724 casos. O total de casos confirmados é de 20.680.  
Em Singapura, foram registrados os primeiros quatro casos de transmissão local do coronavírus, que teve origem na cidade chinesa de Wuhan no fim do ano passado. O país já adotou medidas de restrição a viagens numa tentativa de conter a propagação do vírus, impedindo a entrada de visitantes que estiveram na China nos últimos tempos ou possuam passaportes chineses. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia