Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 01 de fevereiro de 2020.
Dia do Publicitário.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Saúde

01/02/2020 - 10h14min. Alterada em 01/02 às 10h31min

Coronavírus: mortes chegam a 259 na China; 24 países já têm casos

Enquanto aumentam as mortes em hospitais na China (foto), mais países confirmam casos

Enquanto aumentam as mortes em hospitais na China (foto), mais países confirmam casos


GOVERNO CHINÊS/DIVULGAÇÃO/JC
O número de mortos pelo novo coronavírus aumentou para 259, segundo balanço divulgado nesta sexta-feira (31), pelas autoridades chineses. O número de infectados já chega a 11.791.
O número de mortos pelo novo coronavírus aumentou para 259, segundo balanço divulgado nesta sexta-feira (31), pelas autoridades chineses. O número de infectados já chega a 11.791.
Além da China, outros 23 países já confirmaram casos da doença. Quatro nações passaram a integrar essa lista nesta sexta, ao confirmarem casos em seus territórios: Espanha, Suécia, Reino Unido e Rússia.
> Acesse tudo sobre o coronavírus, o que é, contágio, prevenção e situação pelo mundo e no Brasil 
Na Espanha, um homem foi diagnosticado com a doença nas Ilhas Canárias. O paciente faz parte de um grupo de cinco pessoas que já estava isolado e sendo monitorado por ter tido contato com um alemão contaminado.
Na Suécia, uma mulher do condado de Jönköping teve a infecção confirmada após exames. Ela havia viajado à Wuhan, cidade chinesa epicentro do surto. A Rússia confirmou dois casos do novo vírus. Ambos os pacientes são cidadãos chineses. O Reino Unido também anunciou duas infecções.
Diante da propagação global do vírus, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou na quinta-feira (30), emergência de saúde pública de interesse internacional pelo surto.
Estadão Conteúdo
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia