Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 23 de janeiro de 2020.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Saúde

Edição impressa de 23/01/2020. Alterada em 23/01 às 03h00min

Países adotam medidas para conter coronavírus

Governos de países como Reino Unido, Austrália, Rússia, Singapura e Turquia adotaram medidas em aeroportos e regiões de fronteira para identificar casos suspeitos de coronavírus, doença que causou ao menos nove mortes. As medidas incluem a criação de zonas especiais exclusivas para passageiros vindos da China, país que registrou a maioria dos casos, o uso de câmeras térmicas para identificar pessoas com alta temperatura corporal e, até mesmo, o fechamento de fronteiras.
Governos de países como Reino Unido, Austrália, Rússia, Singapura e Turquia adotaram medidas em aeroportos e regiões de fronteira para identificar casos suspeitos de coronavírus, doença que causou ao menos nove mortes. As medidas incluem a criação de zonas especiais exclusivas para passageiros vindos da China, país que registrou a maioria dos casos, o uso de câmeras térmicas para identificar pessoas com alta temperatura corporal e, até mesmo, o fechamento de fronteiras.
No aeroporto britânico Heathrow, de Londres, uma zona especial será destinada exclusivamente para passageiros advindos da cidade chinesa de Wuhan, onde foi registrada a maior parte dos casos de coronavírus. Os viajantes passarão por uma avaliação para identificar possíveis sintomas e receber recomendações.
O Heathrow é o mais movimentado aeroporto da Europa, com cerca de 200 mil passageiros diariamente. Ele recebe três voos diretos da cidade chinesa por semana.
Há nove mortes confirmadas causadas pelo coronavírus na China, além de 470 infectados. Há casos também nos Estados Unidos, no Japão, na Tailândia, em Taiwan e na Coreia do Sul.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia