Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 15 de janeiro de 2020.

Jornal do Comércio

Internacional

CORRIGIR

Escócia

15/01/2020 - 03h00min. Alterada em 15/01 às 03h00min

Johnson rejeita novo referendo de independência da Escócia

O premiê britânico, Boris Johnson, rejeitou o pedido da Escócia para a realização de um novo referendo sobre independência. Em uma carta à chefe do governo autônomo, Nicola Sturgeon, divulgada ontem, Johnson lembrou que ela e o antecessor, Alex Salmond, prometeram que o referendo de 2014 seria uma oportunidade "única no espaço de uma geração".
O premiê britânico, Boris Johnson, rejeitou o pedido da Escócia para a realização de um novo referendo sobre independência. Em uma carta à chefe do governo autônomo, Nicola Sturgeon, divulgada ontem, Johnson lembrou que ela e o antecessor, Alex Salmond, prometeram que o referendo de 2014 seria uma oportunidade "única no espaço de uma geração".
Naquela consulta pública, 55% dos eleitores votaram contra a independência. No referendo de 2016, quando 52% dos britânicos votaram a favor do Brexit, 62% dos escoceses votaram pela permanência no bloco.
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia