Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 10 de janeiro de 2020.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Oriente médio

10/01/2020 - 18h37min. Alterada em 10/01 às 18h37min

Secretário do Tesouro detalha sanções a oito autoridades do Irã e economia

Trump assinou uma nova ordem executiva que visa fontes adicionais de receita usadas pelo Irã

Trump assinou uma nova ordem executiva que visa fontes adicionais de receita usadas pelo Irã


NICHOLAS KAMM/AFP/JC
Após a coletiva de imprensa do secretário do Tesouro americano, Steven Mnuchin, e o secretário de Estado, Mike Pompeo, o Departamento do Tesouro divulgou uma nota em que detalha as sanções impostas ao Irã após ataques a bases no Iraque usadas por forças americanas. Serão alvo de sanções econômicas adicionais oito autoridades do regime iraniano, bem 17 dos maiores fabricantes de aço, alumínio, cobre e ferro do Irã, segundo o órgão.
Após a coletiva de imprensa do secretário do Tesouro americano, Steven Mnuchin, e o secretário de Estado, Mike Pompeo, o Departamento do Tesouro divulgou uma nota em que detalha as sanções impostas ao Irã após ataques a bases no Iraque usadas por forças americanas. Serão alvo de sanções econômicas adicionais oito autoridades do regime iraniano, bem 17 dos maiores fabricantes de aço, alumínio, cobre e ferro do Irã, segundo o órgão.
{'nm_midia_inter_thumb1':'', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5c6f03d777ac4', 'cd_midia':8634598, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/gif/2019/02/21/banner_whatsapp_280x50px_branco-8634598.gif', 'ds_midia': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'ds_midia_credi': 'Thiago Machado / Arte JC', 'ds_midia_titlo': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '280', 'cd_midia_h': '50', 'align': 'Center'}
As sanções a autoridades incluem Ali Shamkhani, secretário do Conselho Supremo de Segurança Nacional do Irã; Mohammad Reza Ashtiani, subchefe das Forças Armadas iranianas; e Gholamreza Soleimani, chefe da milícia Basij do Corpo de Guarda Revolucionária Islâmica.
Entre os fabricantes de metais e mineração, estão uma rede de três entidades sediadas na China e em Seychelles, e uma embarcação envolvida na compra, venda e transferência de produtos metálicos iranianos, bem como no fornecimento de componentes de produção de metais aos produtores iranianos.
O texto também aponta que, além das sanções, o presidente americano, Donald Trump, assinou hoje uma nova ordem executiva que visa fontes adicionais de receita usadas pelo regime iraniano "para financiar e apoiar seu programa nuclear, desenvolvimento de mísseis, redes de terrorismo e proxy terrorista e influência regional maligna".
Com isso, novas sanções podem ser impostas. "Esta ordem executiva autoriza o secretário do Tesouro, em consulta com o secretário de Estado, a impor sanções contra pessoas que operam ou fazem transações com setores adicionais da economia iraniana, incluindo construção, mineração, manufatura e têxteis", aponta.
Estadão Conteúdo
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia