Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 26 de novembro de 2019.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Alemanha

Edição impressa de 26/11/2019. Alterada em 26/11 às 03h00min

Ladrões roubam joias de museu no valor de 1 bilhão

Invasores cortaram o fornecimento de eletricidade no Museu Grünes Gewölbe

Invasores cortaram o fornecimento de eletricidade no Museu Grünes Gewölbe


SEBASTIAN KAHNERT/AFP/JC
Dois ladrões roubaram joias cravejadas de diamantes e rubis no valor de € 1 bilhão de um museu de Dresden, no Leste da Alemanha, pouco antes do amanhecer de ontem, informou a diretora da instituição, Marion Ackermann.
Dois ladrões roubaram joias cravejadas de diamantes e rubis no valor de € 1 bilhão de um museu de Dresden, no Leste da Alemanha, pouco antes do amanhecer de ontem, informou a diretora da instituição, Marion Ackermann.
Os invasores cortaram o fornecimento de eletricidade no Museu Grünes Gewölbe (cofre verde) - que abriga uma das maiores coleções de joias barrocas da Europa e fica localizado dentro de um castelo, o Palácio Real -, e roubaram três peças do século XVIII, fugindo logo em seguida.
Pouco antes do roubo, um incêndio destruiu um transformador elétrico perto da instituição, interrompendo o sistema de alarme. Os investigadores, no entanto, se recusaram a vincular os dois eventos. A polícia isolou o museu e disse que ainda estava tentando descobrir quais peças haviam sido roubadas. "Nós não identificamos um criminoso nem fizemos nenhuma prisão", disse o porta-voz Marko Laske.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia