Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 06 de novembro de 2019.

Jornal do Comércio

Internacional

CORRIGIR

Irã

Alterada em 06/11 às 03h00min

Irã começa a injetar gás de urânio em centrífugas

O presidente do Irã, Hassan Rouhani, anunciou, ontem, que seu país vai começar a injetar gás de urânio em 1.044 centrífugas, em mais uma violação de seu acordo nuclear com potências globais desde que os EUA abandonaram o pacto, há cerca de um ano.
O presidente do Irã, Hassan Rouhani, anunciou, ontem, que seu país vai começar a injetar gás de urânio em 1.044 centrífugas, em mais uma violação de seu acordo nuclear com potências globais desde que os EUA abandonaram o pacto, há cerca de um ano.
Pelo acordo histórico de 2015, as centrífugas operavam sem injeções de gás. Rouhani não esclareceu, no entanto, se as centrífugas serão utilizadas para enriquecer urânio. As injeções de gás estão programadas para começar hoje. O anúncio veio um dia depois de o chefe do programa nuclear iraniano, Ali Akbar Salehi, revelar que Teerã dobrou o número de centrífugas avançadas do tipo IR-6 em operação, em uma outra violação do acordo.
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia