Porto Alegre, domingo, 26 de julho de 2020.
Dia dos Avós.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
domingo, 26 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

reino unido

- Publicada em 08h40min, 13/09/2019. Atualizada em 08h40min, 13/09/2019.

Bercow alerta premiê britânico que respeite lei para Brexit

O presidente da Câmara dos Comuns do Reino Unido, John Bercow, alertou o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, que o Parlamento vai agir agressivamente para garantir que uma lei recém aprovada para bloquear a possibilidade de um Brexit sem acordo seja respeitada.
O presidente da Câmara dos Comuns do Reino Unido, John Bercow, alertou o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, que o Parlamento vai agir agressivamente para garantir que uma lei recém aprovada para bloquear a possibilidade de um Brexit sem acordo seja respeitada.
Em discurso nessa quinta à noite, Bercow prometeu que permitirá "criatividade nos procedimentos" para que a legislação - que entrou em vigor esta semana - não seja violada.
A lei determina que Johnson peça à União Europeia uma extensão de três meses para a data final do Brexit - 31 de outubro - se o Reino Unido não chegar a um acordo com o bloco sobre as condições da separação. Segundo Bercow, o premiê deve respeitar a lei e é "surpreendente" que qualquer outra alternativa esteja sendo contemplada. "Seria dar o exemplo mais terrível para o resto da sociedade", disse ele.
Johnson vem dizendo que não pedirá um adiamento e o que Brexit ocorrerá no fim de outubro "com ou sem acordo". No começo da semana, Bercow anunciou que pretende deixar seu cargo em 31 de outubro.
Comentários CORRIGIR TEXTO