Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 11 de setembro de 2019.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Clima

Alterada em 11/09 às 08h55min

Furacão Dorian deixa ao menos 50 mortos nas Bahamas

Cidade de Marsh Harbour, principal cidade das ilhas Ábaco, tomada por escombros na última terça-feira

Cidade de Marsh Harbour, principal cidade das ilhas Ábaco, tomada por escombros na última terça-feira


Andrew Caballero Reynolds / AFP/ JC
Agência Brasil
O furacão Dorian destruiu casas e danificou a infraestrutura nas Ilhas Ábaco, uma das áreas mais afetadas nas Bahamas. As autoridades ainda não têm total dimensão dos estragos.
O furacão Dorian destruiu casas e danificou a infraestrutura nas Ilhas Ábaco, uma das áreas mais afetadas nas Bahamas. As autoridades ainda não têm total dimensão dos estragos.
O furacão atingiu a região por dois dias na semana passada. Segundo a polícia local, ao menos 50 mortes foram confirmadas. Uma equipe da NHK chegou à ilha Grande Ábaco na terça-feira (10). O local, em particular, sofreu grandes danos. Casas foram completamente destruídas e os escombros se espalham por uma grande área.
Em um porto da ilha, mais de 250 moradores estavam subindo em um barco para buscar abrigo na capital, Nassau.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia