Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 03 de junho de 2019.
Dia Mundial do Administrador de Pessoal.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Reino Unido

03/06/2019 - 08h27min. Alterada em 03/06 às 08h27min

Trump chega a Londres para visita de Estado de três dias

Presidente norte-americano será recebido pela rainha Elizabeth II e se reunirá com a primeira-ministra, Theresa May

Presidente norte-americano será recebido pela rainha Elizabeth II e se reunirá com a primeira-ministra, Theresa May


MANDEL NGAN /AFP/JC
Estadão Conteúdo
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, chegou nesta segunda-feira (3), a Londres para iniciar uma visita de Estado de três dias ao Reino Unido, onde será recebido pela rainha Elizabeth II e se reunirá com a primeira-ministra, Theresa May.
O avião presidencial, o Air Force One, aterrissou às 7h55min locais (4h55min em Brasília) no Aeroporto de Stansted. O presidente norte-americano viajou acompanhado pela primeira-dama, Melania Trump.
Com toda a pompa que rodeia a visita, a rainha Elizabeth II, de 93 anos, dará as boas-vindas oficial a Trump no Palácio de Buckingham, onde nesta noite haverá um banquete de Estado no qual ambos farão discursos.
Ao aterrissar, Trump disse em sua conta no Twitter que o prefeito de Londres, Sadiq Khan, é um "fracassado total". "Sadiq Khan tem feito um trabalho horrível como prefeito de Londres e tem sido, de forma tola, 'asqueroso' com o presidente dos EUA, de longe o aliado mais importante do Reino Unido", escreveu o líder norte-americano na rede social. "É um fracassado total que deveria focar no crime em Londres, não em mim."
Khan, do Partido Trabalhista, havia criticado, nos dias anteriores à chegada de Trump ao Reino Unido, a recepção do norte-americano com todas as honras próprias de uma visita de Estado.
O britânico chegou a comparar, no domingo, em um artigo publicado pelo jornal The Observer, a linguagem de Trump com a de "fascistas do século 20", colocando-o no mesmo grupo que extremistas como o húngaro Viktor Orbán, o italiano Matteo Salvini, a francesa Marine Le Pen e o britânico Nigel Farage. (Com agências internacionais).
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia