Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 17 de outubro de 2018.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

França

Edição impressa de 17/10/2018. Alterada em 17/10 às 01h00min

Com popularidade em baixa, Macron anuncia novo ministério

O governo do presidente Emmanuel Macron anunciou ontem uma reforma ministerial para tentar pôr fim à turbulência gerada nos últimos meses por demissões de nomes proeminentes da administração francesa, popularidade em baixa e um nebuloso episódio envolvendo um chefe de segurança do Palácio do Eliseu. Haverá trocas nas pastas do Interior (assumida por Christophe Castaner, homem de confiança de Macron e até aqui secretário de Estado para as Relações com o Parlamento), da Agricultura, da Cultura e dos Territórios.

A opinião pública francesa aguardava o anúncio da nova equipe havia duas semanas, desde a demissão a pedido do então titular do Interior, Gerard Collomb, visto como um dos pilares da "macronia", como a imprensa local chama essa gestão.

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia