Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 27 de julho de 2018.
Dia do Despachante.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Estados Unidos

Alterada em 27/07 às 12h15min

Incêndio de grandes proporções deixa um morto e feridos na Califórnia

As chamas destruíram diversas casas e edifícios, entre eles um prédio histórico que abrigava uma escola

As chamas destruíram diversas casas e edifícios, entre eles um prédio histórico que abrigava uma escola


JOSH EDELSON/AFP PHOTO/JC
Um incêndio de grandes proporções atravessou duas pequenas comunidades no norte da Califórnia e atingiu a cidade de Redding nesta sexta-feira (27). As chamas mataram um homem, deixaram vários feridos, incluindo três bombeiros, e destruíram diversas casas e edifícios, entre eles um prédio histórico que abrigava uma escola.
Segundo Scott McLean, porta-voz do Departamento de Corpo de Bombeiros que combate as chamas, o incêndio devastou as comunidades de Shasta e Keswick antes de atravessar o Rio Sacramento e atingir o município de Redding, o mais populoso da região, com 92 mil moradores. "O fogo está se movendo muito rápido e está destruindo tudo em seu caminho", disse.
McLean confirmou que um homem morreu e três bombeiros ficaram feridos. Ele também disse que diversos residentes também se feriram no incêndio, mas não detalhou o número de vítimas nem a gravidade dos ferimentos.
Na quinta-feira (26), os bombeiros tentaram construir muros de contenção para evitar a propagação das chamas, mas não tiveram sucesso. "É um diabo de uma luta", disse McLean. "Os bombeiros estão fazendo tudo que podem. Eles estão lutando uma batalha agora."
O incêndio começou na última segunda-feira (23), e triplicou de tamanho na quinta-feira, atingindo 115 quilômetros quadrados de extensão. Além do tamanho, os bombeiros enfrentam dificuldades devido às altas temperaturas, a baixa umidade e os fortes ventos que atingem a região.
Devido ao grande número de incêndios em todo o Estado, o governador da Califórnia, Jerry Brown, declarou estado de emergência. A medida autoriza o governo estadual a deslocar fundos de emergência aos municípios atingidos.
Além das chamas em Redding, um incêndio florestal atinge há dias o Parque Nacional de Yosemite, no sul do Estado, levando à retirada de emergência de visitantes e turistas. Até o momento, um quarto das chamas já foi controlado. Um bombeiro morreu e outros seis ficaram feridos durante os trabalhos.
Na comunidade de Clayton, na baía de São Francisco, uma casa foi destruída e outras 100 continuam em risco após os bombeiros apagarem um foco na região. No extremo sul, as chamas destroem áreas do Monte San Jacinto.
Um dos piores casos ocorre na cidade de Idyllwild, onde uma parede de fogo bloqueia a principal estrada de acesso e saída da cidade. O incêndio começou na quarta-feira, 25, e cresceu rapidamente em poucas horas, atingindo 19 quilômetros quadrados de extensão. Mais de três mil moradores da cidade e arredores receberam ordem de deixar suas residências imediatamente.
De acordo com as autoridades locais, as chamas foram provocadas por um homem identificado como Brandon McGlover, de 32 anos. Ele foi detido sob cinco acusações de incêndio culposo. Fonte: Associated Press.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia