Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 16 de julho de 2018.
Dia do Comerciante .

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Relações internacionais

16/07/2018 - 14h00min. Alterada em 16/07 às 14h00min

Chanceler brasileiro viaja para negociar acordo entre Mercosul e UE

Bloco econômico sul-americano tem preocupações relacionadas à carne, açúcar, etanol e automóveis

Bloco econômico sul-americano tem preocupações relacionadas à carne, açúcar, etanol e automóveis


MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL/JC
Agência Brasil
O ministro das Relações Exteriores Aloysio Nunes Ferreira estará na terça-feira (17) em Bruxelas para a reunião com os chanceleres do Mercosul (Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai). Na quarta-feira (18), eles têm encontro marcado com a comissária de Comércio da Comissão Europeia, Cecília Malmström, e com o Comissário de Agricultura, Phil Hogan.
Antes da chegada dos chanceleres, houve reuniões técnicas com representantes dos dois blocos, sem avanços expressivos. Mercosul e União Europeia buscam acordos específicos para os automóveis, peças de automoção, indicações geográficas, transporte marítimo e produtos lácteos.
Também estão na lista de preocupações do Mercosul os temas relativos à carne bovina, ao açúcar e ao etanol. Mais recentemente entrou em discussão também a pressão da União Europeia para reduzir o percentual das tarifas de importação de automóveis produzidos pelos países do Mercosul. Nos últimos contatos entre representantes dos dois blocos, maio e junho, porta-vozes afirmaram que o consenso é dificultado pela falta de compromisso e de flexibilidade nas ofertas.
Em abril, representantes do Mercosul e da União Europeia se reuniram, em Buenos Aires (Argentina), e não chegaram a um consenso sobre temas controvertidos de um eventual acordo de livre comércio. Há quase duas décadas o assunto é tema de reuniões dos dois blocos.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia