Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 25 de junho de 2018.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Relações internacionais

25/06/2018 - 10h09min. Alterada em 25/06 às 10h41min

China espera tratamento justo para seus investimentos nos EUA

O presidente Trump anunciou que planeja restringir investimentos do país asiático em solo americano

O presidente Trump anunciou que planeja restringir investimentos do país asiático em solo americano


MANDEL NGAN/AFP/JC
O Ministério das Relações Exteriores da China demonstrou nesta segunda-feira (25) preocupação com relatos de que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, planeja restringir investimentos do país asiático em solo americano. O governo de Pequim pediu que Washington garanta um ambiente "bom, justo e previsível" para as companhias chinesas.
Porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Geng Shuang afirmou que a China espera que os EUA avaliem os negócios de companhias chinesas "de maneira objetiva". O Wall Street Journal informou anteriormente que o governo Trump planeja impor restrições ao investimento chinês em companhias americanas do setor de tecnologia e também em exportações de alta tecnologia para a China.
O jornal americano, que atribui a informação a fontes que pediram anonimato, disse que as iniciativas são voltadas a impedir que Pequim avance com planos para desenvolver companhias que possam competir globalmente em tecnologias, como no setor de biotecnologia e veículos elétricos. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia