Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 23 de junho de 2018.
Dia Nacional do Agente Marítimo.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Acidente

23/06/2018 - 21h20min. Alterada em 23/06 às 21h20min

Descarrilamento de trem causa derramamento de 870 mil litros de petróleo nos Estados Unidos

Cerca de 230 mil galões (870.619 litros) de petróleo foram derramados no noroeste de Iowa, nos Estados Unidos, após um trem ter descarrilado, disse um funcionário da empresa ferroviária BNSF neste sábado (23).
O porta-voz da BNSF Andy Williams disse que 14 dos 32 vagões-tanque vazaram óleo para as águas do rio Little Rock. Williams já havia dito mais cedo que 33 vagões-tanque haviam descarrilado. Quase metade do vazamento - estima-se que 100 mil galões (378.530 litros) - foi contida com equipamentos instalados perto do local do descarrilamento e a cerca de 8,05 quilômetros a jusante, disse Williams. Equipes então tentando remover o óleo e posteriormente separá-lo da água.
"Além do foco na recuperação ambiental, está ocorrendo monitoramento contínuo de quaisquer condições potenciais que possam afetar os trabalhadores e a comunidade e até agora não foi detectado nenhum nível de preocupação", disse Williams.
Autoridades ainda não haviam determinado a causa do descarrilamento, que ocorreu na manhã de sexta-feira, mas uma proclamação de desastre emitida pelo governador Kim Reynolds para Lyon e outros três condados culpou as inundações provocadas pela chuva. Reynolds foi até o local do descarrilamento na tarde de sábado, como parte de uma visita às áreas atingidas pelas recentes inundações.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia