Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 06 de junho de 2018.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Guatemala

Alterada em 06/06 às 10h34min

Guatemala registra 75 mortes por erupção de vulcão e há a suspensão de resgates

As autoridades terminaram os resgates na região da erupção em razão das críticas condições locais

As autoridades terminaram os resgates na região da erupção em razão das críticas condições locais


COMRED/FOTOS PUBLICAS/JC
Agência Brasil
As autoridades da Guatemala anunciaram a suspensão das ações de resgate na região da erupção do Vulcão de Fogo porque as condições locais são críticas. Pelo menos 192 pessoas estão desaparecidas e 75 morreram. Há ainda, 46 feridos e 3.271 pessoas foram evacuadas.
Uma nova atividade eruptiva do vulcão ocorreu na terça-feira (5) e obrigou as equipes de resgate a deixar o local, segundo o Instituto Nacional de Sismologia, Vulcanologia, Meteorologia e Hidrologia (Insivumeh). No último dia 3, o  Vulcão de Fogo, que fica a 3.763 metros de altura, situado a cerca de 50 km da capital, teve a erupção mais intensa dos últimos 44 anos, de acordo com as autoridades locais. Mais de 1,7 milhão de pessoas foram afetadas. Os departamentos atingidos foram os de Sacatepéquez, Chimaltenango e Escuintla.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia