Porto Alegre, quinta-feira, 19 de maio de 2022.
Dia Nacional da Defensoria Pública.
Porto Alegre,
quinta-feira, 19 de maio de 2022.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

patrimônio

- Publicada em 19/05/2022 às 13h28min.

Segundo piso do Mercado Público deve reabrir até setembro, diz Melo

O prefeito vistoriou as obras de revitalização e deu as primeiras pinceladas na parte externa do Mercado

O prefeito vistoriou as obras de revitalização e deu as primeiras pinceladas na parte externa do Mercado


LUIZA PRADO/JC
Fernanda Soprana
Atualizada às 14h
Atualizada às 14h
Após nove anos inviabilizado, o segundo andar do Mercado Público, no Centro Histórico, deve reabrir até setembro deste ano. Esta é a expectativa do prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo, que vistoriou as obras de revitalização da estrutura na manhã desta quinta-feira (19).
"Os elevadores já estão prontos, mas as escadas rolantes devem chegar no Brasil no meio de julho", afirmou Melo nesta manhã. "Queremos que em agosto, no máximo em setembro, esteja funcionando o segundo piso".
O executivo apareceu no Mercado Público em torno das 11h30min, acompanhado do vice-prefeito, Ricardo Gomes, e uma comitiva composta por secretários e outros servidores municipais. O grupo conheceu os elevadores recentemente instalados, percorreu o andar superior e checou o andamento dos trabalhos de reforma. Melo ainda conversou com os comerciantes e a população que circulava no local.
No fim da visita, o prefeito se dirigiu à lateral frente às avenidas Júlio de Castilhos e Borges de Medeiros para oficializar a retomada da pintura externa do prédio. Esta face do Mercado começa a receber a camada de tinta, doada pela Suvinil e desenvolvida especificamente para a estrutura.
Orçados em R$ 1,02 milhões, os trabalhos na parte externa começaram em fevereiro. Em primeira fase, a lateral que recebe a pintura já foi lavada, lixada e recuperada. A recuperação dos perímetros do Largo Glênio Peres, já em andamento, e do Terminal Parobé serão desenvolvidas paralelamente.
Um incêndio parcialmente destruiu o segundo piso do Mercado Público em 2013, que, desde então, está desocupado pelos comerciantes. Iniciada em janeiro, a revitalização do segundo andar do Mercado Público tem investimento de R$ 9,4 milhões e faz parte de um Termo de Conversão de Área Pública (TCAP), firmado entre a prefeitura e a Multiplan.
Melo afirma que os negócios realocados para o primeiro andar após o sinistro retornarão ao piso superior com a instalação das escadas, encomendadas da China. Outros espaços também devem ser preenchidos através de licitação, segundo o prefeito. Ele ainda destaca que é acordada a abertura do Mercado Público aos domingos, como "incentivo para funcionar o Centro em fins de semana também".
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário