Porto Alegre, quarta-feira, 09 de março de 2022.
Porto Alegre,
quarta-feira, 09 de março de 2022.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

clima

- Publicada em 09/03/2022 às 09h11min.

Notificada pela Agergs, CEEE diz que cortes de energia foram causados por temporais

Grupo não cumpriu prazo de 24h para prestar esclarecimentos sobre interrupções, diz Agergs

Grupo não cumpriu prazo de 24h para prestar esclarecimentos sobre interrupções, diz Agergs


GIULIAN SERAFIM/PMPA/JC
Atualizada às 10h15min de 9 de março de 2022
Atualizada às 10h15min de 9 de março de 2022
Após três temporais no início da semana, 65 mil consumidores estão sem energia na Região Metropolitana de Porto Alegre nesta quarta-feira (9).
Muitos clientes da CEEE Grupo Equatorial estão sem luz desde o fim de semana. De acordo com a companhia, o maior número de clientes sem luz foi registrado no domingo à tarde, totalizando 190 mil afetados pela interrupção.
O fornecimento foi reestabelecido para 167 mil consumidores até o início da tarde de segunda, reduzindo o total para 23 mil. Após outros dois temporais, a recontagem pela CEEE-D concluiu que a quantidade de clientes sem energia aumentou para os 65 mil registrados na manhã desta quarta. 
Na tarde de segunda, Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do Rio Grande do Sul (Agergs) notificou a CEEE-D para as ações efetuadas e programadas para restabelecimento da energia elétrica em até 24 horas.
Segundo a nota, a agência estadual solicitou o fornecimento de informações sobre os eventos ocorridos em seu sistema elétrico na região, quantidade de unidades consumidoras afetadas e de unidades consumidoras que ainda permaneceram sem o fornecimento na segunda-feira, dados de mobilização ou incremento de equipes para o restabelecimento do serviço, esclarecimentos quanto às previsões inconsistente para o restabelecimento do fornecimento de energia elétrica, e relação de ações para mitigar novas ocorrências.
"Os serviços de distribuição de energia elétrica são considerados essenciais para o funcionamento da sociedade, em nome da qual a Agência fiscaliza, em convênio com a ANEEL. Os serviços devem ser prestados com agilidade e competência, a fim de serem evitados danos decorrentes de falhas na sua prestação. Esgotadas as análises técnicas e legais, em não o sendo, serão aplicadas penalidades contratuais pertinentes", informa a Agergs, em nota.
Após o prazo, nesta quarta-feira a CEEE-D atribuiu a situação ao mau tempo.
"A CEEE Grupo Equatorial informa que as últimas interrupções de energia foram ocasionadas por três temporais seguidos, sendo um no domingo (6/3), de grandes proporções, além de dois na segunda-feira (7/3) nas regiões sul e metropolitana. A companhia reitera que, devido aos estragos causados pela chuva, há quedas de árvores ou outros objetos sobre a rede, o que exige maior tempo de restabelecimento", afirmou, em nota.
A companhia ressalta que 170 equipes continuam os trabalhos para restabelecer o fornecimento de energia aos clientes afetados. Contudo, como o prazo estabelecido pela Agergs não foi respeitado, a agência diz que já está atenta para tomar providências com relação à CEEE-D.

Fornecimento de água na capital deve ser retomado ao longo do dia

Com a queda de energia em Porto Alegre, as atividades do Departamento Municipal de Água e Esgotos também foi prejudicada. A previsão do órgão é de que o fornecimento de água retorne a todas as residências ao longo desta quarta-feira (9).
O reparo do rompimento de uma adutora de água bruta na avenida Pernambuco, após a queda de energia na Estação de Tratamento de Água São João, foi finalizado na manhã de terça-feira. 
A parada da estação afetou os bairros Anchieta, Auxiliadora (p), Boa Vista, Chácara das Pedras (parte baixa), Cristo Redentor, Higienópolis, Humaitá, IAPI, Jardim Itati, Jardim Itu, Sabará, Jardim Lindoia, Jardim São Pedro, Marcílio Dias, Mário Quintana, Navegantes, Passo da Areia, Passo das Pedras, Protásio Alves, Rubem Berta, São Geraldo, São João, São Sebastião, Sarandi, Três Figueiras (parte baixa), Vila Dique, Vila Farrapos, Vila Floresta, Vila Ipiranga e Vila Jardim.
Segundo o Dmae, todas as unidades paradas nos últimos dias já retomaram as operações nesta manhã. Contudo, como a inatividade levou muitas horas, o Dmae afirma que há possibilidade de ar nas redes. Equipes estão verificando casos nos bairros Jardim Europa, São Pedro, Chácara das Pedras e Três Figueiras.
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário