Porto Alegre, segunda-feira, 18 de outubro de 2021.
Dia do Médico.
Porto Alegre,
segunda-feira, 18 de outubro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

URBANISMO

- Publicada em 18/10/2021 às 18h11min.

Moradores do Centro relatam vandalismo frequente no jardim da Praça Brigadeiro Sampaio

Canteiros, plantados há menos de um mês, não chegam a ficar floridos por ação de vândalos

Canteiros, plantados há menos de um mês, não chegam a ficar floridos por ação de vândalos


ALEX ROCHA/PMPA/DIVULGAÇÃO/JC
Fernanda Crancio
Praça mais antiga de Porto Alegre, e escolhida pela prefeitura para a largada, no mês de setembro, do projeto Primavere-se, voltado à revitalização e embelezamento dos jardins, a Brigadeiro Sampaio, no Centro Histórico, tem sofrido com a ação de vândalos, principalmente aos finais de semana. Os alvos têm sido os oito canteiros de flores recém-plantadas, que acabam danificados antes mesmo de concluídos.
Praça mais antiga de Porto Alegre, e escolhida pela prefeitura para a largada, no mês de setembro, do projeto Primavere-se, voltado à revitalização e embelezamento dos jardins, a Brigadeiro Sampaio, no Centro Histórico, tem sofrido com a ação de vândalos, principalmente aos finais de semana. Os alvos têm sido os oito canteiros de flores recém-plantadas, que acabam danificados antes mesmo de concluídos.
Prefeita da praça e membro da associação que cuida do local, Marivane Anhanha Rogerio é conhecida como uma das guardiãs da Brigadeiro Sampaio, e lamenta a falta de cuidado e de educação da comunidade. Segundo ela, há um mês a praça vem recebendo melhorias nos jardins, com apoio da prefeitura e instituições parceiras, com o intuito de torná-la referência na cidade em beleza e cuidados. No entanto, a cada domingo, quando a circulação no local aumenta, o vandalismo é registrado. Sem condições de fiscalização direta, muitas vezes os próprios moradores do entorno percebem a ação dos vândalos e gritam das janelas para intimidar pisoteios ou a retirada das flores, mas nem sempre com êxito.
"Recebemos as mudas da prefeitura e entidades que nos apoiam, plantamos, cuidamos, mas não tem jeito, todos os canteiros sofreram algum tipo de vandalismo nesses últimos 30 dias. São crianças que retiram as flores e os pais não dizem nada, são namorados que pegam para presentear, e até idosos. Ou seja, as pessoas se acham no direito de estragar o canteiro, que fica todo esburacado e nunca completo", comenta, lembrando que na abertura do projeto Primavere-se, em 22 de setembro, o próprio prefeito Sebastião Melo participou do plantio de mudas nos canteiros da Brigadeiro Sampaio.
Na ocasião, Melo destacou que a primavera era o momento ideal para despertar nas pessoas o sentimento de que os espaços públicos lhes pertencem, ao contrário do que vem ocorrendo no local. "São os pequenos gestos, como o plantio de um jardim, que contagiam aos poucos a comunidade. Temos que valorizar aquilo que há de mais belo, pois representamos uma esmagadora maioria disposta a melhorar a nossa cidade", disse o chefe do Executivo municipal.
{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2021/10/18/206x137/1_whatsapp_image_2021_10_18_at_16_18_16-9445775.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'616de13f07f05', 'cd_midia':9445775, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2021/10/18/whatsapp_image_2021_10_18_at_16_18_16-9445775.jpeg', 'ds_midia': 'Canteiros danificados na Praça Brigadeiro Sampaio', 'ds_midia_credi': 'MARIVANE ROGÉRIO/ DIVULGAÇÃO/JC', 'ds_midia_titlo': 'Canteiros danificados na Praça Brigadeiro Sampaio', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '800', 'cd_midia_h': '600', 'align': 'Left'}Flores vêm sendo pisoteadas e arrancadas, principalmente aos finais de semana. Foto: Marivane Anhanha/Divulgaçãao/JC
Segundo a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (SMSUrb), que já revitalizou 82 praças desde o início do ano, o vandalismo tem sido constante na Brigadeiro Sampaio, apesar de todo o trabalho e cuidado, tanto das equipes do município quanto dos moradores da região, e dos apelos feitos às comunidades.
Marivane relata ainda que os moradores da região têm a praça como o pátio de suas casas, local de lazer e de encontro da comunidade do Centro, onde acontecem ações beneficentes e sociais, rodas de chimarrão e até churrascos. No entanto, estão cansados de cuidar do patrimônio, enquanto poucos valorizam e apoiam. 
Para tentar coibir a ação dos vândalos, a Associação já solicitou formalmente o cercamento dos canteiros à Talo Gestão de Patrimônio, parceira do projeto Primavere-se, que está analisando a questão. Outra ação a ser desencadeada pelo grupo é uma campanha de conscientização da importância de preservação do patrimônio público e das praças. "A Brigadeiro Sampaio é o nosso quintal, é um espaço público e que merece ser bem cuidado, mas a ocupação aos finais de semana, geralmente do pessoal que passa a tarde na Orla junto ao Gasômetro, têm dificultado bastante a manutenção e conservação do espaço. A nossa parte está sendo feita, mas a contrapartida, de muitos, não. Só queremos conscientização da população", desabafa.
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário