Porto Alegre, quinta-feira, 14 de outubro de 2021.
Porto Alegre,
quinta-feira, 14 de outubro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Educação

- Publicada em 14/10/2021 às 12h57min.

Leite anuncia investimento de R$ 1,2 bilhão na educação pública gaúcha

Programa apresentado foi dividido em seis eixos temáticos

Programa apresentado foi dividido em seis eixos temáticos


Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini/JC
Juliano Tatsch
O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, anunciou na manhã desta quinta-feira (14) um investimento de R$ 1,2 bilhão na educação pública estadual. O Avançar na Educação faz parte de uma série de anúncios que vêm sendo feitos pelo governo nos últimos meses pelo Piratini. No início do mês passado, o anúncio foi para a área da saúde
O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, anunciou na manhã desta quinta-feira (14) um investimento de R$ 1,2 bilhão na educação pública estadual. O Avançar na Educação faz parte de uma série de anúncios que vêm sendo feitos pelo governo nos últimos meses pelo Piratini. No início do mês passado, o anúncio foi para a área da saúde
Os recursos foram divididos e organizados em uma estratégia baseada em objetivos. O programa foi segmentado em seis eixos, com cada um deles recebendo recursos específicos para a execução:
  • Escola da Vida: R$ 8,3 milhões
  • Educação com Base em Evidências: R$ 27,8 milhões
  • Aprende Mais: R$ 637,2 milhões
  • Agiliza Educação: R$ 228,1 milhões
  • Investimentos em obras e tecnologia: R$ 243 milhões
  • Escola do Amanhã: R$ 59,3 milhões
O governador aproveitou a oportunidade para salientar o seu programa de reformas e privatizações que, segundo ele, tornaram possível o investimento. “É o maior investimento realizado nos últimos 15 anos eu se tem registro. O Estado há pouco tempo não conseguia pagar o salário dos servidores em dia. Tivemos o acolhimento na Assembleia e o Estado trabalhou em duas frentes. As reformas ajudaram a diminuir as despesas e as privatizações geraram receitas extraordinárias”, disse Leite.
Conforme a secretária estadual da Educação, o plano de investimentos tem dois eixos principais: pessoas e tecnologia “A tecnologia passa a ser o apoio para a vida inteligente e produtiva”, disse Raquel Teixeira.
A maior quantia a ser aplicada será no eixo Aprende mais, que receberá um total de R$ 637,2 milhões. O objetivo com essa aplicação será assegurar a recuperação da aprendizagem no pós-pandemia.
O foco na tecnologia também é destaque no plano apresentado. “A escola do século 21 precisa ensinar as capacidades de lidar com as profundas transformações que o mundo possibilita de forma tão rápida. Precisamos ter pessoas que saibam desaprender e reaprender várias vezes ao longo da vida. É preciso se dispor e ter inteligência emocionar a lidar com essas mudanças”, disse o governador.
Para isso, serão aplicados R$ 128 milhões para a criação de laboratórios móveis com 30 Chromebooks (computadores portáteis) para todas as escolas da rede estadual. Além disso, serão aplicados R$ 72,5 milhões para a implementação de Escolas Padrão. “São escolas que tenham a garantia de todos os itens fundamentais: conectividade, salas de aula e de leitura com recursos, acessibilidade, espaço coberto para a prática de atividade física, fachada e paisagismo de baixa manutenção, com um ambiente inspirador. Uma escola para despertar as capacidades e criatividade dos nossos jovens. Vamos começar por 56 escolas e depois passamos à replicação. A ideia é acelerarmos e transformarmos todas as escolas nos próximos anos para que tenhamos todas as escolas com essa estrutura garantida”, ressaltou Leite.
Outro novo investimento anunciado é o aporte de R$ 200 milhões para ser destinado diretamente às escolas, por meio da autonomia financeira, com cada uma delas podendo decidir onde aplicar os valores. "Ordinariamente, são repassados cerca de R$ 90 milhões anualmente para as escolas. Dá em média R$ 38 mil por escola. Só com esse repasse extraordinário, teremos uma média de R$ 124 mil por escola”, destacou o governador.
Entre as novidades, duas também se destacam: a contratação de quatro mil novos professores, para reforçar a estrutura em razão do aumento da carga horária (destinação de R$ 269,4 milhões), e a criação de uma bolsa permanência para os estudantes do Ensino Médio, que irá receber R$ 180 milhões, e será melhor detalhada no dia 25 deste mês.

Confira abaixo, outras áreas que receberão investimentos pelo Avançar na Educação

- Destinação de R$ 154,7 milhões apara a distribuição de 29,2 mil bolsas de incentivo (entre R$ 200,00 e R$ 600,00) para professores dos ensinos Fundamental e Médio que participarem dos programas de formação
- Realização do 4º ano do Ensino Médio: R$ 20 milhões
- Elaboração e execução do Plano de Prevenção e Combate a Incêndios (PPCI) para 500 escolas: R$ 12,5 milhões
- Adequação predial e tecnológica da Secretaria Estadual da Educação e das Coordenadorias Regionais de Educação: R$ 30 milhões
- Conclusão da restauração do Instituto de Educação e implementação do Centro de Desenvolvimento dos Profissionais da Educação e do Centro Gaúcho de Educação Mediada por Tecnologias: R$ 34,3 milhões
- Criação do Museu Escola do Amanhã: R$ 25 milhões
- Revisão dos cursos de Educação Profissional: R$ 500 mil
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário