Porto Alegre, quarta-feira, 09 de junho de 2021.
Dia do Porteiro. Dia do Tenista.
Porto Alegre,
quarta-feira, 09 de junho de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Limpeza Urbana

- Publicada em 11h19min, 09/06/2021.

Prefeitura de Porto Alegre mobiliza força-tarefa para normalizar coleta de lixo

47 caminhões-caçamba irão atender os 38 bairros e vilas impactados com a interrupção da coleta

47 caminhões-caçamba irão atender os 38 bairros e vilas impactados com a interrupção da coleta


LUIZA PRADO/JC
Por meio da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (SMSUrb) e do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU), a prefeitura de Porto Alegre organiza uma força-tarefa nesta quarta-feira (9) para realizar a coleta de lixo domiciliar (orgânicos e rejeito) que está paralisada.
Por meio da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (SMSUrb) e do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU), a prefeitura de Porto Alegre organiza uma força-tarefa nesta quarta-feira (9) para realizar a coleta de lixo domiciliar (orgânicos e rejeito) que está paralisada.
Os serviços estão interrompidos devido à greve dos funcionários da B.A Meio Ambiente, terceirizada contratada para prestar o serviço de coleta na Capital gaúcham. As reclamações envolvem falta de férias, não pagamento de benefícios e ameaças de demissões por justa causa por parte da empresa. Não há débitos entre o DMLU e a B.A. Meio Ambiente, que poderá sofrer sanções contratuais pela ação indevida.
Para atender os 38 bairros e vilas impactados com a interrupção da coleta, a prefeitura vai utilizar 47 caminhões-caçamba sendo 33 das seções operacionais do DMLU, dez da Divisão de Conservação de Vias Urbanas (DCVU) da SMSUrb e as demais de outras parcerias. Também será utilizado um compactador da Cootravipa. Mais de 165 pessoas compõem a força-tarefa.
Desde as 9h desta manhã acontece uma reunião na sede da B.A Meio Ambiente entre a terceirizada e funcionários da empresa, intermediado pelo Ministério Público do Trabalho (MPT), Defensoria Pública, Procuradoria Geral do Município (PGM), SMSUrb e DMLU para mediação dos problemas que geraram a greve. Os pagamentos da prefeitura à empresa poderão ser retidos, a fim de garantir os direitos trabalhistas dos funcionários da B.A.
A prefeitura solicitou ao MPT que intermedie a negociação e acionou a Defensoria Pública para representar os trabalhadores nesse processo. A prefeitura segue em negociação para que a terceirizada volte a cumprir as rotas de recolhimento e regularize a situação.
A prefeitura prevê que o serviço seja normalizado ainda nesta quarta-feira, mas instrui a população para evitar colocar os resíduos nas ruas até que a coleta seja integralmente retomada.
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário