Porto Alegre, terça-feira, 27 de abril de 2021.
Porto Alegre,
terça-feira, 27 de abril de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Distanciamento controlado

- Publicada em 11h03min, 27/04/2021. Atualizada em 11h33min, 27/04/2021.

Leite apresenta mudança em bandeiras para Gabinete de Crise

Leite, de Brasília, faz reunião para detalhar a proposta que deve vigorar em transição

Leite, de Brasília, faz reunião para detalhar a proposta que deve vigorar em transição


GOVERNO DO RS/YOUTUBE/REPRODUÇÃO/JC
O governador Eduardo Leite, que está em Brasília, chamou reunião virtual extraordinária com o Gabinete de Crise da pandemia. Leite vai apresentar as mudanças no distanciamento controlado que devem possibilitar condições para a reabertura das escolas.   
O governador Eduardo Leite, que está em Brasília, chamou reunião virtual extraordinária com o Gabinete de Crise da pandemia. Leite vai apresentar as mudanças no distanciamento controlado que devem possibilitar condições para a reabertura das escolas.   
A reunião ocorre neste momento. Para se reunir com o gabinete, Leite saiu da videoconferência que estava fazendo com Assembleia Legislativa, Famurs e secretários para tratar do mesmo assunto. Segundo a assessoria do presidente da AL, Gabriel Souza (MDB), o governador deve retomar depois a conversa com parlamentares e prefeitos.
O governo quer mudar as regras que estabelecem as bandeiras, que são balisadas por indicadores de uso da capacidade hospitalar principalmente, como lotação em UTIs.
Nesta terça-feira ainda, o governo deve lançar novo decreto para regulamentar as alterações.  
Souza recebeu bem as mudanças propostas, pois, segundo ele, atendem à demanda da sociedade que quer a volta às aulas. Além disso, observa o presidente da AL, há anseio pela atualização do modelo de distanciamento após quase um ano de vigência. 
"O modelo chegou ao seu esgotamento e é preciso adaptar à nova fase da pandemia", defende Souza, acrescentando que é preciso garantir ainda a resbertura com segurança jurídica e sanitária. "Tem de fazer imediatamente a vacinação dos professores", reforçou.
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário