Porto Alegre, domingo, 18 de abril de 2021.
Dia Nacional do Livro Infantil.
Porto Alegre,
domingo, 18 de abril de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

transportes

- Publicada em 21h02min, 18/04/2021.

Trensurb protocola ação contra greve dos metroviários marcada para terça-feira

Mobilização da categoria pede a vacinação imediata dos trabalhadores do setor

Mobilização da categoria pede a vacinação imediata dos trabalhadores do setor


CLAITON DORNELLES/ARQUIVO/JC
A Trensurb, que administra os serviços de transporte de trem na Região Metropolitana de Porto Alegre, protocolou ação judicial junto ao Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (TRF-4) contra paralisação dos metroviários marcada para a próxima terça-feira (20). Em nota, a empresa pública disse ver abuso na proposta de greve.
A Trensurb, que administra os serviços de transporte de trem na Região Metropolitana de Porto Alegre, protocolou ação judicial junto ao Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (TRF-4) contra paralisação dos metroviários marcada para a próxima terça-feira (20). Em nota, a empresa pública disse ver abuso na proposta de greve.
A paralisação foi convocada Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Metroviários e Conexas do RS (Sindimetrô-RS). Os trens não irão circular das 5h às 7h. A mobilização pede a vacinação imediata dos trabalhadores do setor dos transportes.
A partir desta segunda, o Trensurb volta a operar até perto da meia-noite. Devido a medidas da bandeira preta do distanciamento controlado, com parte de restrições ainda em vigor, o serviço estava operando até as 22h desde 24 de fevereiro.
No documento enviado ao TRF-4, a estatal alega que "o transporte coletivo executado pela empresa está entre os serviços essenciais e não pode fiar à mercê de uma paralisação total em sua operação, ainda que por período de duas horas, pois tal situação causará prejuízos e transtornos irreparáveis à população usuária".  A Trensurb ainda requer a aplicação de multa no valor de R$ 500 mil no caso de greve.
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário