Porto Alegre, sexta-feira, 05 de março de 2021.
Dia da Música Clássica.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 05 de março de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Meio Ambiente

- Publicada em 13h59min, 05/03/2021.

Candiota é o município gaúcho que mais emite gases de efeito estufa

Cidade do Pampa gaúcho é conhecida por suas usinas termelétricas

Cidade do Pampa gaúcho é conhecida por suas usinas termelétricas


CAMILA DOMINGUES/PALÁCIO PIRATINI/JC
Conhecida por sua mineração e pelo seu complexo de usinas termelétricas, Candiota é o município gaúcho que mais emite gases de efeito estufa, superando, inclusive, cidades muito maiores, como Canoas e Porto Alegre, que, respectivamente, ocupam a segunda e a terceira posição no ranking elaborado pelo Observatório do Clima.
Conhecida por sua mineração e pelo seu complexo de usinas termelétricas, Candiota é o município gaúcho que mais emite gases de efeito estufa, superando, inclusive, cidades muito maiores, como Canoas e Porto Alegre, que, respectivamente, ocupam a segunda e a terceira posição no ranking elaborado pelo Observatório do Clima.
Os dados constam da primeira edição do Sistema de Estimativas de Emissões de Gases de Efeito Estufa (SEEG) Municípios, divulgado nesta semana. Conforme o levantamento, que usa como base informações de 2018, o município localizado no Pampa gaúcho emitiu naquele ano um total de 2.776.539 toneladas dióxido de carbono equivalente (CO2e). O CO2e é uma medida criada para comparar a emissão de vários gases de efeito estufa como se fossem dióxido de carbono (CO2).
Em termos de comparação, Canoas, a segunda cidade gaúcha que mais polui, emitiu 2.612.937 toneladas de gases. Ou seja, com uma população estimada de apenas 9,6 mil pessoas, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Candiota emitiu 163,6 mil toneladas de (CO2e) a mais do que Canoas, que tem cerca de 348,2 mil habitantes – ou 36 vezes mais habitantes.
Se a relação for feita com Porto Alegre, a diferença é bem maior, visto que a cidade tem muito mais pessoas e emitiu ainda menos gases do que Canoas. A Capital, o terceiro maior emissor no Estado, lançou no ar 2.546.145 toneladas de gases poluidores. Ou seja, com população beirando 1,5 milhão de pessoas (154,2 vezes maior do que a de Candiota), Porto Alegre emitiu 230,3 mil toneladas a menos de CO2e.
As cidades gaúchas que mais emitiram gases poluidores em 2018
{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2021/03/05/206x137/1_emissoes-9263381.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'6042575535e5e', 'cd_midia':9263381, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2021/03/05/emissoes-9263381.jpg', 'ds_midia': 'Ranking de municípios mais poluidores do RS', 'ds_midia_credi': 'Arte/JC', 'ds_midia_titlo': 'Ranking de municípios mais poluidores do RS', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '800', 'cd_midia_h': '513', 'align': 'Left'}
No Brasil, os três municípios mais poluidores ficam na região Norte. A cidade que mais emite gases de efeito estufa no País é São Félix do Xingu, no Pará, que lançou no ar incríveis 29.768.597 toneladas de CO2e em 2018. Em segundo lugar vem Altamira, também no Pará, que emitiu 23.381.897 toneladas, seguida por Porto Velho, em Rondônia, com 22.492.817 toneladas de gases poluidores.
Comentários CORRIGIR TEXTO