Porto Alegre, quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021.
Dia do WebDesigner.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

distanciamento controlado

- Publicada em 23h07min, 24/02/2021.

Leite apela a prefeitos para seguirem protocolos 'na proporção que a gravidade exige'

Em vídeo, governador lembrou que o Estado enfrenta o pior momento da pandemia

Em vídeo, governador lembrou que o Estado enfrenta o pior momento da pandemia


REPRODUÇÃO/JC
Às vésperas de uma nova reunião com Famurs e os prefeitos gaúchos, marcada para a tarde desta quinta-feira, o governador Eduardo Leite divulgou pronunciamento em que faz um apelo aos gestores para frear o avanço do coronavírus no Rio Grande do Sul. No início da semana, Leite cedeu à pressão dos municípios e manteve o sistema de cogestão, mesmo com 11 regiões classificadas em bandeira preta.
Às vésperas de uma nova reunião com Famurs e os prefeitos gaúchos, marcada para a tarde desta quinta-feira, o governador Eduardo Leite divulgou pronunciamento em que faz um apelo aos gestores para frear o avanço do coronavírus no Rio Grande do Sul. No início da semana, Leite cedeu à pressão dos municípios e manteve o sistema de cogestão, mesmo com 11 regiões classificadas em bandeira preta.
A expectativa é de que o tema da cogestão volte a ser debatido na reunião desta quinta. O RS vive o pior momento da pandemia desde que o vírus desembarcou no Estado, há quase um ano. Nesta quarta, bateu novo recorde de internações e o registrou o maior número diário de casos do ano, com mais de 7 mil novas infecções. 
O governador pediu que os protocolos previstos no sistema de distanciamento controlado sejam aplicados "na proporção da gravidade que o momento exige". Com a cogestão, municípios que foram classificados em bandeira preta puderam adotar regras da cor vermelha, como foi o caso de Porto Alegre. Já em São Leopoldo, também classificada em altíssimo risco, a prefeitura preferiu acatar a classificação inicial e adotar medidas mais rígidas, embora tenha desistido de fazer um lockdown
"Entendam o nível de criticidade que temos na ocupação de leitos, observando que ela tem crescido como nunca e sem dar trégua infelizmente em nenhum desses últimos 15 dias. Para que nós tenhamos as restrições proporcionais a esse momento. O alerta está dado", disse Leite, em vídeo publicado nas redes sociais.
Embora tenha permitido aos municípios continuarem adotando seus protocolos próprios, o governo do Estado ampliou as restrições das atividades noturnas, agora suspensas das 20h às 5h, como forma de reduzir as aglomerações e o contágio do vírus. Pelo menos nove casos da nova variante mais transmissível do coronavírus já foram registrados no Rio Grande do Sul.
Comentários CORRIGIR TEXTO