Porto Alegre, sábado, 20 de fevereiro de 2021.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 20 de fevereiro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

URBANISMO

- Publicada em 09h41min, 20/02/2021.

Obra de recuperação do Viaduto dos Açorianos inicia na segunda-feira

O prefeito Sebastião Melo assinou nesta sexta-feira (19) a ordem de início da obra de recuperação do Viaduto dos Açorianos

O prefeito Sebastião Melo assinou nesta sexta-feira (19) a ordem de início da obra de recuperação do Viaduto dos Açorianos


Cesar Lopes/ PMPA/Divulgação/JC
Começa, na próxima segunda-feira (22), o processo de revitalização do Viaduto dos Açorianos, no Centro da Capital. O acesso, que fica na avenida Borges de Medeiros sobre a Primeira Perimetral, está fechado desde maio de 2020. Nesta sexta-feira (19), o prefeito Sebastião Melo deu a ordem de início para a obra de recuperação e reforço estrutural.
Começa, na próxima segunda-feira (22), o processo de revitalização do Viaduto dos Açorianos, no Centro da Capital. O acesso, que fica na avenida Borges de Medeiros sobre a Primeira Perimetral, está fechado desde maio de 2020. Nesta sexta-feira (19), o prefeito Sebastião Melo deu a ordem de início para a obra de recuperação e reforço estrutural.
O viaduto construído em 1973 receberá serviços de recuperação estrutural de pilares e vigas dos encontros, tratamento de fissuras e rachaduras, reforço da viga longitudinal central e lajes de transição. Serão substituídos, ainda, os aparelhos de apoio, as juntas de dilatação e os drenos de escoamento de água, além do tratamento da armadura e do concreto, limpeza e pintura, entre outros reparos. A revitalização do local será feita pela DW Engenharia Ltda, empresa vencedora da licitação municipal. A prefeitura investirá R$ 1,33 milhão na recuperação do viaduto. 
A expectativa da prefeitura é de que, em seis meses, a população possa usar novamente o acesso no Centro Histórico. 
Comentários CORRIGIR TEXTO