Porto Alegre, sexta-feira, 29 de janeiro de 2021.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 29 de janeiro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

religião

- Publicada em 13h21min, 29/01/2021. Atualizada em 16h25min, 29/01/2021.

Leite e líderes religiosos discutem restrições à Covid-19 em festas de Navegantes e Iemanjá

Fiéis devem evitar aglomerações nas festividades do feriado desta terça-feira

Fiéis devem evitar aglomerações nas festividades do feriado desta terça-feira


VINICIUS THORMANN/DIVULGAÇÃO/CIDADES
O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, se reuniu na manhã desta sexta-feira (29) com lideranças religiosas para debater medidas de prevenção à Covid-19 no dia de Nossa Senhora dos Navegantes e de Iemanjá. Celebrados na próxima terça-feira (2), o dia é feriado em diversos municípios gaúchos.
O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, se reuniu na manhã desta sexta-feira (29) com lideranças religiosas para debater medidas de prevenção à Covid-19 no dia de Nossa Senhora dos Navegantes e de Iemanjá. Celebrados na próxima terça-feira (2), o dia é feriado em diversos municípios gaúchos.
O Distanciamento Controlado implementado pelo governo proíbe aglomerações e festividades, além do distanciamento mínimo entre pessoas em locais públicos. Lideranças da Igreja Católica e da matriz africana foram ouvidas para obter sugestões e unir forças para conscientizar os fiéis e simpatizantes das celebrações desta terça.
Segundo nota do governo, o presidente do Conselho do Povo de Terreiro do Rio Grande do Sul, Baba Diba de Iyemonja, afirmou que a orientação foi de que os fiéis não façam aglomerações. Já o padre Remi Maldamer, da Arquidiocese de Porto Alegre, ressaltou que as procissões foram canceladas na capital e haverá apenas uma carreata reduzida.
O assunto ainda deve ser discutido pelo Gabinete de Crise de enfrentamento à pandemia. A partir das sugestões dos líderes religiosos, será verificada a necessidade de emitir um decreto com novas restrições envolvendo o período de celebrações desta semana.
Comentários CORRIGIR TEXTO