Porto Alegre, quinta-feira, 28 de janeiro de 2021.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 28 de janeiro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Meio Ambiente

- Publicada em 10h46min, 28/01/2021.

Relatório de balneabilidade aponta cinco pontos próprios para banho em Porto Alegre

Análise compreendeu seis pontos entre os bairros Belém Novo (foto) e Lami

Análise compreendeu seis pontos entre os bairros Belém Novo (foto) e Lami


MARCO QUINTANA/Arquivo/JC
A Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Urbanismo e Sustentabilidade (Smams) divulgou um relatório em que aponta cinco pontos próprios de banho nas águas de Porto Alegre. Foram seis pontos analisados, de 14 a 24 de janeiro, entre os bairros Lami e Belém Novo. A análise desse período partiu do Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae). 
A Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Urbanismo e Sustentabilidade (Smams) divulgou um relatório em que aponta cinco pontos próprios de banho nas águas de Porto Alegre. Foram seis pontos analisados, de 14 a 24 de janeiro, entre os bairros Lami e Belém Novo. A análise desse período partiu do Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae). 
No Lami, segundo a prefeitura, foram três pontos constatados com boas condições de balneabilidade: pelo acesso na rua Luiz Vieira Bernardes, nas imediações da segunda guarita de guarda-vidas; pelo acesso na rua Luiz Vieira Bernardes, em frente à primeira guarita de guarda-vidas; e na avenida Beira-Rio, em frente ao número 510.
No Belém Novo, foram dois pontos apontados com condições próprias par banho: na Praça Comunal, em frente à garagem da empresa de ônibus, e na raia do Veludo, em frente à interseção das avenidas Beira-Rio, Pinheiro Machado e rua Antônio da Silva Só.
Um dos indicadores da poluição da água pode ser o ph, que é considerado ideal entre 6,0 e 9,0. Os critérios de balneabilidade são estabelecidos pelo Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama).
Comentários CORRIGIR TEXTO