Porto Alegre, quarta-feira, 16 de dezembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 16 de dezembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Entidades de classe

- Publicada em 21h42min, 15/12/2020. Atualizada em 14h38min, 16/12/2020.

João Ricardo Santos Tavares toma posse como presidente da AMP/RS

Tavares vai liderar a Associação do Ministério Público pelos próximos dois anos

Tavares vai liderar a Associação do Ministério Público pelos próximos dois anos


JOYCE ROCHA/JC
Osni Machado
Em solenidade presencial bastante concorrida, e seguindo os protocolos para evitar a disseminação da Covid, tomou posse no fim da tarde desta terça-feira (15), o novo presidente da Associação do Ministério Público do Rio Grande do Sul (AMP/RS), João Ricardo Santos Tavares. Ele vai liderar a nova gestão por dois anos. Entre suas metas, Tavares destaca o reforço da atuação do Ministério Público junto à sociedade gaúcha. A cerimônia ocorreu na sede do MP Estadual, em Porto Alegre.
Em solenidade presencial bastante concorrida, e seguindo os protocolos para evitar a disseminação da Covid, tomou posse no fim da tarde desta terça-feira (15), o novo presidente da Associação do Ministério Público do Rio Grande do Sul (AMP/RS), João Ricardo Santos Tavares. Ele vai liderar a nova gestão por dois anos. Entre suas metas, Tavares destaca o reforço da atuação do Ministério Público junto à sociedade gaúcha. A cerimônia ocorreu na sede do MP Estadual, em Porto Alegre.
O promotor de Justiça, Tavares cita também como um dos pilares de sua administração a valorização da classe. Ele alerta para questões como, por exemplo, o congelamento dos salários dos servidores, o que, na avaliação do dirigente, prejudica o bom andamento das atividades.
Tavares assumiu conjuntamente com sua diretoria-executiva e Conselho de Representantes. Tavares passa a exercer o 27° mandato da história de quase 80 anos da entidade. “A missão que foi delegada a mim e aos meus colegas da diretoria executiva e do Conselho de Representantes é a de congregar e defender os membros do Ministério Público e a nossa instituição”, destacou no ato de sua posse.
Comentários CORRIGIR TEXTO