Porto Alegre, domingo, 20 de dezembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
domingo, 20 de dezembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Saúde Mental

- Publicada em 11h15min, 20/12/2020.

Mapa interativo indica locais para atendimentos em saúde mental

Mapa aponta a localização dos Centros de Atenção Psicossocial

Mapa aponta a localização dos Centros de Atenção Psicossocial


PREFEITURA DE RIO GRANDE/DIVULGAÇÃO/JC
Um mapa interativo elaborado pelo Ministério da Saúde lista os estabelecimentos da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) que fornecem atendimento em saúde mental no Brasil. Segundo a pasta, há 3.164 serviços disponíveis aos brasileiros que sofrem com depressão, ansiedade ou outros transtornos mentais. Por meio do mapa, a pasta pretende ajudar o cidadão a identificar locais disponíveis na sua cidade e mais próximos à sua residência. 
Um mapa interativo elaborado pelo Ministério da Saúde lista os estabelecimentos da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) que fornecem atendimento em saúde mental no Brasil. Segundo a pasta, há 3.164 serviços disponíveis aos brasileiros que sofrem com depressão, ansiedade ou outros transtornos mentais. Por meio do mapa, a pasta pretende ajudar o cidadão a identificar locais disponíveis na sua cidade e mais próximos à sua residência. 
"A medida visa ampliar o acesso da população aos serviços pelo Sistema Único de Saúde", informou a pasta ao disponibilizar o mapa, que aponta a localização dos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), Infantil e para álcool e outras drogas, das Equipes Multiprofissional de Atenção em Saúde Mental nas unidades ambulatoriais, além dos serviços de referência em hospital geral e hospitais psiquiátricos. Para acessar o mapa interativo, clique aqui.
De acordo com o ministério, todos os serviços disponíveis estão separados por ícones, cores e regiões, o que facilita a busca das informações pelo cidadão. "Ao clicar em um dos locais, a população pode consultar o endereço do estabelecimento e informações sobre equipes e leitos disponíveis", informou a pasta.
Em outubro, o ministério liberou mais de R$ 65 milhões para qualificação de 74 novos Caps; 100 Serviços Residenciais Terapêuticos, duas unidades de acolhimento; e 144 serviços hospitalares de referência nos municípios brasileiros.
Comentários CORRIGIR TEXTO