Porto Alegre, segunda-feira, 23 de novembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 23 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

DISTANCIAMENTO CONTROLADO

- Publicada em 17h36min, 23/11/2020. Atualizada em 21h45min, 23/11/2020.

Porto Alegre segue em bandeira laranja e oito regiões do RS ficam em vermelha nesta semana

Nesta rodada do distanciamento controlado, 35% da população estão em regiões com bandeira vermelha

Nesta rodada do distanciamento controlado, 35% da população estão em regiões com bandeira vermelha


LUIZA PRADO/JC
Oito regiões do Rio Grande do Sul entram a partir desta terça-feira (24) em bandeira vermelha no distanciamento controlado, apresentando risco alto de disseminação da Covid-19, segundo mapa definitivo apresentado pelo governador Eduardo Leite na tarde desta segunda-feira (23), por meio de live. Porto Alegre e outras 12 regiões do Estado foram classificadas sob risco médio de contaminação, adotando bandeira laranja ao longo desta semana.
Oito regiões do Rio Grande do Sul entram a partir desta terça-feira (24) em bandeira vermelha no distanciamento controlado, apresentando risco alto de disseminação da Covid-19, segundo mapa definitivo apresentado pelo governador Eduardo Leite na tarde desta segunda-feira (23), por meio de live. Porto Alegre e outras 12 regiões do Estado foram classificadas sob risco médio de contaminação, adotando bandeira laranja ao longo desta semana.
Dos 15 pedidos de reconsideração dos níveis de risco apresentados ao Palácio Piratini por municípios e associações regionais, cinco foram aceitos- das regiões de Santa Maria, Guaíba, Caxias do Sul, Porto Alegre e Lajeado, que haviam sido classificadas em bandeira vermelha no mapa preliminar, apresentado na sexta-feira (20). Por conta do aumento de indicadores da pandemia, foram negados recursos das regiões de Novo Hamburgo, Passo Fundo e Uruguaiana - única dessas que não aderiu ao sistema de cogestão.
Devido ao aumento de regiões em bandeira vermelha, o governador voltou a apresentar o mapa em transmissão ao vivo, mas ponderou que apesar de aumento de casos e hospitalizações em determinadas localidades, não há crescimento de óbitos nem de tempo médio de internação em leitos de UTI, dado considerado positivo pelo Executivo. "Apesar de crescimento de casos e hospitalizações, não há aumento na linha de óbitos. Ainda é prematuro dizer que não haverá aumento de óbitos, por isso temos de continuar acompanhando esses indicadores para a tomada de decisões", destacou Leite.
Por conta disso e de indicadores como menores taxas de internação e ocupação de leitos, as regiões de Santa Maria, Lajeado, Guaíba, de Caxias do Sul e Porto Alegre tiveram os recursos aceitos.
{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/png/2020/11/23/206x137/1_mapa-9195984.png', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5fbc0e4e16ffc', 'cd_midia':9195984, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/png/2020/11/23/mapa-9195984.png', 'ds_midia': 'distanciamento controlado 13 novembro', 'ds_midia_credi': 'REPRODUÇÃO/JC', 'ds_midia_titlo': 'distanciamento controlado 13 novembro', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '582', 'cd_midia_h': '473', 'align': 'Left'}
Mapa do RS desta semana tem 13 regiões em bandeira laranja, mas governo pede atenção à população. Arte: Reprodução/JC
No caso de Porto Alegre, apesar de tendência de crescimento das taxas de internação em UTI nos últimos dias, o gabinete de crise optou por manter a bandeira laranja, chamando atenção, no entanto, para a relação de leitos livres por leitos ocupados por Covid, que registrou a pior relação das últimas nove semanas na macrorregião Metropolitana e deve ser observada com cuidado.
Nesta rodada, 35% da população gaúcha (3.970.735 habitantes) estão em regiões em bandeira vermelha, que concentram 234 municípios. Desses, 105 municípios poderão adotar protocolos de bandeira laranja, por se enquadrarem na Regra 0-0, sem registro de óbito ou hospitalização de moradores nos últimos 14 dias. Das 263 cidades em bandeira laranja, que concentram 65% da população (7.358.870 habitantes), 125 podem adotar protocolos de bandeira amarela.
RESUMO DA 29ª RODADA
BANDEIRA VERMELHA (8)
Novo Hamburgo (em cogestão)
Passo Fundo (em cogestão)
Capão da Canoa (em cogestão)
Canoas (em cogestão)
Ijuí (em cogestão)
Palmeira das Missões (em cogestão)
Erechim (em cogestão)
Uruguaiana
BANDEIRA LARANJA (13)
Santa Maria (em cogestão)
Guaíba
Lajeado (em cogestão)
Santo Ângelo (em cogestão)
Santa Rosa (em cogestão)
Cruz Alta (em cogestão)
Bagé
Taquara (em cogestão)
Cachoeira do Sul (em cogestão)
Santa Cruz do Sul (em cogestão)
Pelotas (em cogestão)
Caxias do Sul (em cogestão)
Porto Alegre (em cogestão)
Comentários CORRIGIR TEXTO