Porto Alegre, sexta-feira, 20 de novembro de 2020.
Dia Nacional da Consciência Negra. Dia Universal das Crianças.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 20 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Violência

- Publicada em 10h25min, 20/11/2020.

OAB vai acompanhar investigação sobre caso de homem morto no Carrefour

Breier diz, por nota, que confia no trabalho da Polícia Civil para elucidação total dos fatos

Breier diz, por nota, que confia no trabalho da Polícia Civil para elucidação total dos fatos


LUCAS PFEUFFER/OAB-RS/Divulgação/JC
A Comissão de Direitos Humanos da OAB-RS diz que vai acompanhar o caso do homem agredido e morto em supermercado em Porto Alegre. Por nota, a principal instituição ligada a advogados no Brasil diz que a investigação pela Comissão da Igualdade Racial da entidade. 
A Comissão de Direitos Humanos da OAB-RS diz que vai acompanhar o caso do homem agredido e morto em supermercado em Porto Alegre. Por nota, a principal instituição ligada a advogados no Brasil diz que a investigação pela Comissão da Igualdade Racial da entidade. 
O caso ocorreu no fim da noite dessa quinta-feira (19). Políticos como os candidatos Manuela d'Ávila e Sebastião Melo na eleição na Capital e autoridades se manifestam repudiando o episódio.
Um policial militar temporário foi um dos agressores, mas não estava em serviço, segundo a Brigada Militar.
A nota é assinada pelo presidente da OAB/RS e presidente da Comissão de Direitos Humanos.

Veja a nota com a manifestação da OAB-RS:

A Comissão de Direitos Humanos Sobral Pinto da OAB/RS acompanhará todos os desdobramentos do episódio envolvendo as agressões abusivas que resultaram na morte de João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos, cliente de um supermercado em Porto Alegre, na noite desta quinta-feira (19).
A Comissão da Igualdade Racial também estará acompanhado a evolução das investigações do lamentável episódio.
A missão institucional da OAB/RS é assegurar a transparência das investigações e acompanhar as apurações e circunstâncias com a devida responsabilização dos envolvidos.
Confiamos no trabalho da Polícia Civil para elucidação total dos fatos.
Ricardo Breier, presidente da OAB/RS e presidente da Comissão de Direitos Humanos
Comentários CORRIGIR TEXTO