Porto Alegre, segunda-feira, 19 de outubro de 2020.
Dia do Profissional de Informática. Dia da Inovação.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 19 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

distanciamento controlado

- Publicada em 18h45min, 19/10/2020.

Sem contestações, mapa definitivo tem três regiões do RS na bandeira amarela

Bagé, Cachoeira do Sul e Palmeira das Missões apresentam quadro mais brando da pandemia

Bagé, Cachoeira do Sul e Palmeira das Missões apresentam quadro mais brando da pandemia


DIVULGAÇÃO/JC
Depois de não receber contestações dos municípios ao mapa preliminar das bandeiras do distanciamento controlado, o governo gaúcho divulgou nesta segunda-feira (19) a configuração definitiva da 24ª rodada do sistema. São três regiões em amarelo, de risco baixo para o contágio do novo coronavírus, e 18 regiões na bandeira laranja, com risco médio.
Depois de não receber contestações dos municípios ao mapa preliminar das bandeiras do distanciamento controlado, o governo gaúcho divulgou nesta segunda-feira (19) a configuração definitiva da 24ª rodada do sistema. São três regiões em amarelo, de risco baixo para o contágio do novo coronavírus, e 18 regiões na bandeira laranja, com risco médio.
As bandeiras são válidas da 0h desta terça-feira (20) até as 23h59min da próxima segunda (26).
Bagé, Cachoeira do Sul e Palmeira das Missões são as regiões onde o quadro da pandemia é mais brando. Das 21 regiões Covid, apenas Uruguaiana, Bagé e Guaíba não aderiram ao sistema compartilhado. As outras 18 já adotam protocolos alternativos às bandeiras definidas.
O governo lembra que o Estado está há duas semanas consecutivas sem registro de regiões em bandeira vermelha. Por isso, todas as 21 regiões Covid estão autorizadas a retomar ou manter as atividades presenciais nas escolas.
Essa foi a terceira vez que o mapa preliminar não recebeu pedidos de reconsideração. As outras duas ocorreram na 21ª e na 22ª rodadas. A queda no número de recursos, segundo o governo gaúcho, se deve ao sistema de cogestão, além da redução nos indicadores do avanço da doença, que trouxe a predominância da bandeira laranja.
Comentários CORRIGIR TEXTO