Porto Alegre, sexta-feira, 09 de outubro de 2020.
Dia Mundial dos Correios.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 09 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

EDUCAÇÃO

- Publicada em 19h12min, 09/10/2020. Atualizada em 19h26min, 09/10/2020.

Atempa registra casos confirmados e suspeitos de Covid-19 em escolas conveniadas ao município

Aulas em Porto Alegre estão permitidas desde segunda-feira

Aulas em Porto Alegre estão permitidas desde segunda-feira


PMPA/DIVULGAÇÃO/JC
Na semana que marcou o retorno das aulas presenciais nas escolas de Porto Alegre, permitidas desde segunda-feira (5), a Associação dos Trabalhadores/as em Educação do Município de Porto Alegre (Atempa) registrou as primeiras ocorrências de casos positivos de Covid-19 entre servidores de escolas conveniadas à prefeitura da Capital.
Na semana que marcou o retorno das aulas presenciais nas escolas de Porto Alegre, permitidas desde segunda-feira (5), a Associação dos Trabalhadores/as em Educação do Município de Porto Alegre (Atempa) registrou as primeiras ocorrências de casos positivos de Covid-19 entre servidores de escolas conveniadas à prefeitura da Capital.
Segundo a diretoria da entidade, funcionários testaram positivo ou estão com suspeita e sintomas da doença em pelo menos 13 escolas de diferentes regiões da cidade. De acordo com Marcus Vianna, dirigente da Atempa, os registros vêm das escolas conveniadas à prefeitura, que seguem à risca o calendário estabelecido pelo município. "Entre as escolas da rede própria municipal há poucas em funcionamento, a maioria não abriu, pois há muita dificuldade para se adequar aos protocolos exigidos", destaca.
De acordo com ele, a orientação aos servidores é para que procurem os serviços de saúde para a realização de exame e se afastem do trabalho. A intenção da Atempa é que, a partir da confirmação de casos, ocorra o fechamento da unidade escolar. "Vamos assistir no decorrer da próxima semana mais casos, esse cenário tende a piorar, pois são mais de 200 escolas conveniadas. Estamos preocupados e em meio a um triste experimento social com as vidas das pessoas", ressalta o dirigente.
Segundo a Secretaria Municipal de Educação de Porto Alegre (Smed), todos os casos que envolvem as escolas estão sendo monitorados por uma equipe da pasta, em conjunto com a Secretaria Municipal da Saúde (SMS).  A orientação é que, em caso de confirmação de Covid-19, a escola avise a equipe de resposta rápida da Saúde, para encaminhamento da testagem de todos que tiveram contato com o paciente nos cinco dias anteriores aos primeiros sintomas. Se houver dois casos confirmados, a SMS deve ser comunicada, para avaliação da vigilância epidemiológica.
Nesta sexta-feira (9), a Smed divulgou que adesão de alunos na educação infantil da rede pública aumentou 35,9% ao longo da semana. Foram 11.422 crianças atendidas na primeira semana de retomada das aulas presenciais nas redes públicas municipal e comunitária. Nesta sexta, compareceram 2.518 alunos nas 191 instituições de ensino e foram ofertadas 7.121 refeições.
As escolas em funcionamento seguem os protocolos sanitários de combate à Covid-19 previstos no decreto municipal 20.747. Também estão autorizados a retomar as atividades presenciais as turmas de 3º ano do Ensino Médio, de Educação de Jovens e Adultos (EJA) e do Ensino Profissionalizante. A Smed informa que as escolas implantaram diversas medidas para garantir a segurança de alunos, professores e funcionários, como uso de álcool gel, marcas de distanciamento social, cartazes explicativos sobre o coronavírus, espaço reduzido de pessoas nos recintos e refeitórios, entre outras. Também estão sendo realizadas medições de temperatura na entrada das instituições.
Comentários CORRIGIR TEXTO